sicnot

Perfil

Desporto

UEFA abre processo disciplinar a jogador do PSG que insultou árbitro do encontro frente ao Chelsea

A UEFA abriu um procedimento disciplinar contra o defesa costa-marfinense do Paris Saint-Germain, Serge Aurier, que insultou nas redes sociais o árbitro holandês Bjorn Kuipers, que dirigiu o jogo com o Chelsea, da Liga dos Campeões de futebol.

O vídeo mostrava o defesa-central costa-marfinense a exultar à frente da televisão após o apito final do Bjorn Kuipers: "Aqui é Paris, árbitro sujo e filho da p....", referindo-se ao juiz holandês que expulsou Zlatan Ibrahimovic, aos 31 minutos, após um 'carrinho' sobre o brasileiro Óscar, do Chelsea. (Arquivo)

O vídeo mostrava o defesa-central costa-marfinense a exultar à frente da televisão após o apito final do Bjorn Kuipers: "Aqui é Paris, árbitro sujo e filho da p....", referindo-se ao juiz holandês que expulsou Zlatan Ibrahimovic, aos 31 minutos, após um 'carrinho' sobre o brasileiro Óscar, do Chelsea. (Arquivo)

© Eddie Keogh / Reuters

O caso será analisado na próxima quinta-feira pela instância disciplinar da UEFA.

Aurier, ausente da partida em Stamford Bridge devido a uma lesão, difundiu na sua página no Facebook um vídeo imediatamente a seguir ao final do jogo, que terminou com um empate a dois golos, resultado que permitiu ao PSG apurar-se para os quartos de final da prova.

O vídeo mostrava o defesa-central costa-marfinense a exultar à frente da televisão após o apito final do Bjorn Kuipers: "Aqui é Paris, árbitro sujo e filho da p....", referindo-se ao juiz holandês que expulsou Zlatan Ibrahimovic, aos 31 minutos, após um 'carrinho' sobre o brasileiro Óscar, do Chelsea.
Lusa
  • Polícia procura condutor da carrinha e outros dois suspeitos
    1:08
  • Negligência é a principal causa dos incêndios
    1:32

    País

    A Polícia Judiciária deteve mais dois suspeitos de fogo posto este fim de semana. Ao todo já foram detidas pelo menos 99 pessoas pelas autoridades desde o início do ano, a maioria suspeitas de agirem intencionalmente. Mas desde 1 de janeiro até meados deste mês, dos 8 mil incêndios investigados pela GNR, mais de 3.300 tiveram causa negligente. 

  • Concentração de motos em Góis
    2:28

    País

    Durante este fim de semana, decorre uma das concentrações de motards mais concorridas do país. A organização esperava cerca de 20 mil visitantes em Góis.

  • Um encontro português (e inesperado) em alto mar
    2:38