sicnot

Perfil

Desporto

Lopetegui alerta para dificuldades do FC Porto na visita ao Nacional

O treinador do FC Porto, Julen Lopetegui, considerou esta quinta-feira "difícil" o jogo com o Nacional, na Madeira, da 26.ª jornada da I Liga de futebol, que "é uma equipa forte a jogar em casa, onde já venceu por sete vezes".

(Arquivo)

(Arquivo)

Lusa

"Espero um jogo complicado, difícil, diante uma boa equipa e forte a jogar no seu estádio, onde costuma fazer bons resultados e que nos vai obrigar a fazer bem as coisas para conseguir vencer", considerou Julen Lopetegui, na antevisão do jogo com os insulares, agendado para sábado.

Lopetegui assegurou a concentração da equipa portista na deslocação à Choupana, para dar o melhor em todos os aspetos do jogo, defensivos, ofensivos e coletivos. 

"Temos confiança no que a nossa equipa pode fazer, mas estamos conscientes das dificuldades que vamos enfrentar", considerou Lopetegui.

O técnico assumiu a indiferença quanto ao facto de quando a partida se iniciar na Madeira já se saber o resultado do Benfica em Vila do Conde.

"É uma situação normal, jogar antes ou depois, e eu não penso nisso. Temos é de fazer o nosso jogo, focados no nosso objetivo de sempre que é o de vencer", adiantou o treinador dos 'dragões', relativizando a pressão de jogar após o líder Benfica.

Questionado se os erros de arbitragem poderiam, de alguma forma, contribuir para, nesta fase decisiva da competição, decidir o título, Lopetegui considerou que os factos são factos e são inquestionáveis, mas preferiu não aprofundar o tema. 

"Não falo mais nisso. Dedico a minha energia a preparar com carinho a minha equipa para cada jogo e no que temos de fazer. É isso que está no nosso controlo. A partir daí não tenho mais nada a comentar", justificou o treinador.

Lopetegui quer a sua equipa apenas "focada no trabalho que tem de desenvolver e no caminho a traçar para ganhar jogo a jogo. E o próximo é o Nacional, num momento importante e exigente".

Questionado sobre a apresentação de um vídeo pelo ex-árbitro internacional Pierluigi Collina sobre os bloqueios nos jogos de futebol em que os exemplos dados eram jogos do Benfica, o técnico espanhol respondeu que era mais um facto inegável e apelou apenas à concertação de critérios para este tipo de lances.

"É um vídeo com uma serie de bloqueios inegáveis. Sei o que acontece. O que já não pode haver é dualidade de critérios na avaliação desses lances. Há sempre uma interpretação, mas regras são regras, é um facto", justificou.

O treinador dos 'dragões' elogiou ainda o guarda-redes Helton, considerando preponderante ter uma mente forte para voltar aos relvados após uma lesão grave, e de Danilo aos treinos, após uma semana a repousar em casa na sequência do choque com Fabiano.

"É importantíssima a cabeça de cada jogador. A vontade de querer voltar a competir e ser útil é muito importante para um jogador dar a volta a qualquer lesão. O Helton voltou com muita força (frente ao Arouca)", reconheceu.

O FC Porto, segundo classificado com 61 pontos, menos quatro do que o líder e campeão Benfica, visita o Nacional, nono com 32, no sábado, a partir das 20:15, num encontro que vai ser arbitrado pelo portuense Manuel Oliveira.
Lusa
  • Marinha e Exército dão luz verde ao Aeroporto do Montijo

    País

    De acordo com a edição deste domingo do Diário de Notícias, o Exército e a Marinha já comunicaram à Força Aérea disponibilidade para desocupar parcialmente a base aérea e o Montijo se transformar num num aeroporto complementar ao de Lisboa.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.