sicnot

Perfil

Desporto

Melhor dupla do ténis feminino separa-se

As tenistas italianas Sara Errani e Roberta Vinci, líderes do 'ranking' mundial de pares femininos, anunciaram hoje o fim da parceria de quase quatro anos para se concentrarem nas suas carreiras individuais.

© Stefan Wermuth / Reuters



Consideradas uma das melhores duplas de sempre no ténis feminino, Errani e Vinci terminaram o ano na liderança do 'ranking' mundial de pares nas últimas três temporadas, tendo conquistado cinco Grand Slam e completado o Grand Slam de carreira (venceram o Open da Austrália em 2013 e 2014, Roland Garros e o Open dos Estados Unidos em 2012 e Wimbledon em 2014). 

"Após vivermos uma jornada fantástica nos últimos anos, que nos deu a oportunidade de alcançar resultados fantásticos, escrevemos este comunicado para informar da nossa decisão de terminar com a nossa parceria de pares. Investimos muita energia, tanto física como mental, para alcançar os nossos objetivos, e estamos muito orgulhosas disso, mas sentimos agora a necessidade de respirar um pouco. O nosso objetivo é agora concentrar os esforços em singulares", explicaram em comunicado. 









Lusa
  • DIRETO: Portuguesa entre os 14 mortos dos atentados na Catalunha

    Ataque em Barcelona

    Uma das 13 vítimas mortais do atentado de ontem em Barcelona é de Lisboa e há uma outra portuguesa, a sua neta, desaparecida. Esta madrugada em Cambrils, cinco suspeitos foram abatidos e outra pessoa acabou por morrer, num segundo ataque. Há quatro detenções confirmadas. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • Autoridades acreditam que suspeito do ataque nas Ramblas pertence a célula terrorista
    1:36
  • O momento em que os suspeitos foram abatidos em Cambrils
    2:35
  • Nível de ameaça terrorista em Portugal continua moderado
    1:31

    Ataque em Barcelona

    O primeiro-ministro garantiu hoje que, para já, o nível de ameaça terrorista em Portugal não vai ser alterado (o nível está no 4 em 5). Já o Presidente da República disse que não há tolerância possível e garante que há medidas preparadas caso o mesmo cenário venha a acontecer em Portugal.

  • Vento e calor provocam reacendimentos em Mação
    1:55