sicnot

Perfil

Desporto

Santillana, antiga estrela do Real Madrid, critica atitude de Cristiano Ronaldo

Carlos Santillana, um dos míticos avançados do Real Madrid nas décadas de 70 e 80, criticou esta quinta-feira a atitude exibida pelo futebolista internacional português Cristiano Ronaldo no passado fim de semana, no encontro com o Levante.

"Às vezes não gosto demasiado da sua atitude. Devia pensar um pouco mais, pois é algo que não agrada aos madridistas, e imagina então aos adeptos rivais", disse Santillana.

"Às vezes não gosto demasiado da sua atitude. Devia pensar um pouco mais, pois é algo que não agrada aos madridistas, e imagina então aos adeptos rivais", disse Santillana.

Daniel Ochoa de Olza / AP

"Às vezes não gosto demasiado da sua atitude. Devia pensar um pouco mais, pois é algo que não agrada aos madridistas, e imagina então aos adeptos rivais", disse Santillana, depois de ter participado no tradicional torneio de golfe entre ex-jogadores do Barcelona e do Real Madrid, que antecede o `clássico´ de domingo.

O antigo futebolista não é partidário de que o Bernabéu assobie o português, mas acha que este "deve corrigir as suas atitudes" em campo, tendo, por outro lado, elogiado o argentino Leo Messi.

"Eu prefiro a linha dianteira do Madrid, porque os três [Benzema, Bale e Cristiano] são muito bons avançados, mas gostaria que Messi viesse para o Madrid", disse.

Santillana considera ainda que o grande momento porque passa Messi pode fazer pender a balança do 'clássico': "Cristiano não está no seu melhor momento, mas sempre pode aparecer, e Messi está como está, como sempre, fantástico".
Lusa
  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32

    País

    Há cada vez mais homens e idosos a pedirem ajuda à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima. Segundo o relatório anual da APAV conhecido esta segunda-feira, foram identificadas quase 10 mil vítimas de violência no ano passado. Cerca de 80% são mulheres casadas e com cerca de 50 anos.