sicnot

Perfil

Desporto

Steve Nash abandona o basquetebol, aos 41 anos

O canadiano Steve Nash, considerado um dos melhores bases de sempre da Liga Norte-americana de Basquetebol (NBA), anunciou hoje que vai abandonar os pavilhões, aos 41 anos.

© Lucy Nicholson / Reuters

Após uma temporada em 'branco', devido a uma insistente lesão nas costas, Steve Nash decidiu 'reformar-se', depois da sua atual equipa, os Los Angeles Lakers, teram falhado o apuramento para os 'play-offs'.

"Vou retirar-me. Não vou jogar mais basquetebol. Já sinto falta e estou ansioso para passar para uma nova etapa da minha vida", escreveu Nash, no fórum na internet Player's Tribune.

Nash estreou-se na NBA em 1996, com a camisola dos Phoenix Sun, transferindo-se em 1998 para os Dallas Mavericks, nos quais permaneceu até 2004, ano em que regressou aos Suns.

Em 2012, foi contratado pelos Lakers, mas não foi feliz nesta reta final da carreira, tendo jogado apenas 65 jogos nos últimos três anos, marcados por lesões.

Eleito por duas vezes o melhor jogador (MVP) da NBA, em 2005 e 2006, o canadiano marcou um total 17.387 pontos em 19 anos e foi escolhido por oito vezes para o jogo 'All Star'. 

Nash é o terceiro jogador da história da competição com mais assistências (10.335) e o melhor em percentagem de lances livres (90,4).

Lusa
  • Partidos exigem explicações sobre transferências para offshores entre 2011 e 2014

    Economia

    O PS junta-se ao PCP, o Bloco de Esquerda e o PSD no pedido para a audição urgente do antigo e o atual secretário de Estado dos Assuntos Fiscais sobre a falta de controlo do Fisco às transferências de dinheiro para paraísos fiscais. Em causa está a transferência de 10 mil milhões de euros para offshores. O CSD é o único partido que ainda não se pronunciou.