sicnot

Perfil

Desporto

Morreu participante alemão na Meia Maratona de Lisboa

Um participante alemão na 25.ª meia maratona de Lisboa, cuja identidade está ainda a ser confirmada, faleceu hoje no Hospital São Francisco Xavier, após ter necessitado de assistência médica durante a prova, informou a organização.

STEVEN GOVERNO

O alemão, presumivelmente de 43 anos, terá falecido por "causas cardíacas", indicou a mesma fonte.

"É um cidadão alemão. Ainda não há identificação confirmada porque ele veio integrado num grupo de 20 alemães que vieram por uma agência alemã. Às vezes, o que acontece é que eles trocam os dorsais e, por isso, estamos a tentar confirmar se o dorsal corresponde à identidade", disse a mesma fonte da prova organizada pelo Maratona Clube de Portugal.

A mesma fonte acrescentou que o cidadão alemão "sentiu-se mal, teve logo apoio médico, foi transportado para o São Francisco Xavier, onde veio a falecer". 

"Tudo indica que seja causas cardíacas", acrescentou, adiantando que após confirmação da identidade do participante alemão "será contactada a família".

Na sua 25.ª edição, a meia maratona de Lisboa bateu o recorde de inscritos - 15 mil -, tendo, em conjunto com a mini maratona, contado com 35 mil pessoas a atravessar a ponte 25 de Abril.


Lusa
  • Mo Farah vence meia maratona, Sara Moreira segunda melhor

    Desporto

    O britânico Mo Farah, campeão olímpico e do mundo dos 5.000 e 10.000 metros, venceu hoje a 25.ª edição da meia maratona de Lisboa - e com novo recorde da Europa da distância. A portuguesa Sara Moreira terminou em segundo lugar a corrida feminina, ganha pela queniana Rose Chelimo.

  • Meia Maratona de Lisboa movimenta milhares
    3:29

    Desporto

    A Meia Maratona de Lisboa movimentou milhares de pessoas, não só os atletas que participaram mas também as respetivas famílias que ficaram a torcer por eles, além de centenas de anónimos e turistas, que foram apoiando os corredores, muitos deles junto à meta, o local das maiores emoções. Cerca de 35 mil pessoas tornaram este fim de semana mais animado.

  • Marido de idosa que morreu na Sertã teve de caminhar durante duas horas para pedir ajuda
    1:44

    País

    A Altice garantiu esta sexta-feira que tentou agendar, por duas vezes, a reposição da linha telefónica na casa da idosa da Sertã, que morreu na semana passada por não ter comunicações que permitissem um socorro rápido. A mulher sentiu-se mal e o marido teve de caminhar durante duas horas para conseguir chegar à casa do vizinho mais próximo e pedir ajuda.

  • "No meu bairro perguntam-me se a medalha é de ouro e dizem que ma vão roubar e vender"
    4:46
  • Como é que alguém (Rúben Semedo) com tanto pode perder tudo?
    3:05