sicnot

Perfil

Desporto

Fernando Santos conhece decisão do TAS

Fernando Santos conhece hoje a decisão do Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) sobre o recurso ao castigo de oito jogos oficiais imposto pela FIFA, uma pena que poderá afastar o selecionador português de futebol dos 'bancos' um ano.

Ainda como selecionador da Grécia, Fernando Santos foi expulso na partida frente à Costa Rica, nos oitavos de final do Mundial2014, e foi castigado com oito jogos de suspensão pela FIFA, sob acusação de desrespeito ao organismo por não ter saído do campo logo após a expulsão.

Com cinco encontros por disputar na qualificação para o Euro2016, a manutenção do castigo afasta Fernando Santos do resto do apuramento e de três jogos da fase de grupos, caso Portugal se apure diretamente, sem passar pelos 'play-offs', para a competição que se vai disputar em França.

Atualmente, a seleção portuguesa ocupa o segundo lugar do Grupo I, com menos um ponto, mas também menos um jogo do que a Dinamarca, que lidera. Neste agrupamento, os dois primeiros classificados apuram-se diretamente, enquanto o terceiro disputará um 'play-off'.

Se a seleção portuguesa falhar o apuramento, este castigo só irá permitir o regresso de Fernando Santos no início de 2017, em plena fase de qualificação para o Mundial2018, um cenário de quase dois anos de afastamento.

Praticamente certa é a ausência de Fernando Santos do banco de Portugal no encontro de domingo, frente à Sérvia, no Estádio da Luz, de qualificação para o Euro2016.


  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efetivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21
  • Antigos quadros da Facebook declaram-se preocupados com efeitos da rede social

    Mundo

    Alguns dos antigos quadros da empresa Facebook estão a começar a exprimir sérias dúvidas sobre a rede social que ajudaram a criar, foi noticiado. A Facebook explora "uma vulnerabilidade na psicologia humana" para criar dependência entre os seus utilizadores, afirmou o primeiro presidente da empresa, Sean Parker, num fórum público.