sicnot

Perfil

Desporto

Holandês Van Praag considera ter a "experiência" para ser presidente da FIFA

O presidente da Federação Holandesa de Futebol, Michael Van Praag, candidato à presidência da FIFA, considerou esta segunda feira a "experiência" como um dos seus pontos fortes na corrida à liderança do organismo do futebol mundial.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© United Photos / Reuters

"Os meus pontos fortes? Tenho a experiência, fui presidente do Ajax e sou presidente da Federação Holandesa de Futebol", disse o dirigente, à margem da reunião do comité executivo e do congresso da UEFA, que decorre em Viena.

Van Praag concorre à liderança da FIFA frente ao presidente em funções, o suíço Joseph Blatter, ao príncipe jordano Ali Bin Al Hussein, vice-presidente da FIFA e membro do Comité Executivo, e ao português Luís Figo.

"Se for eleito não estarei na FIFA mais do que quatro anos", insistiu o holandês, de 67 anos, em contraponto a Joseph Blatter, de 79 anos, que concorre a um quinto mandato à frente do organismo.

"Na FIFA nunca se fala em reduzir custos. É o que proponho fazer, é mais democrático. O programa pode ser feito em quatro anos, e por isso não tenho que me preocupar ao fim de dois anos em preparar um mandato seguinte", justificou.

O dirigente holandês considerou ainda serem muito positivas as candidaturas de Figo e de Ali Bin Al Hussein, explicando que também eles terão a oportunidade de convencer outras pessoas de que a FIFA precisa de uma mudança.

"Eles podem falar com pessoas com as quais eu não tive tempo para falar", acrescentou, considerando que será muito mau a continuidade de Blatter.

O ex-futebolista português Figo conta com o apoio oficial da Dinamarca, Montenegro, Polónia, Macedónia, Luxemburgo e Portugal. 

As eleições para a presidência da FIFA realizam-se a 29 de maio.

Lusa

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45
  • A rã que brilha no escuro
    2:08
  • Indonésio encontrado dentro de cobra pitão

    Mundo

    Akbar Salubiro, de 25 anos, esteve perto de 24 horas desaparecido na remota ilha indonésia de Sulawesi. Acabou por ser encontrado um dia depois, no jardim da própria casa, dentro de uma pitão de 7 metros.

  • Relação de Portugal com Angola é "insubstituível"
    1:00

    País

    Paulo Portas considera que a relação de Portugal com Angola é insubstituível. Numa entrevista ao Jornal de Negócios, o ex vice-primeiro-ministro defende que o país deve ser profissional no relacionamento político com Luanda.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.