sicnot

Perfil

Desporto

Ali bin Al Hussein defende que FIFA deve "abandonar funcionamento autoritário"

O príncipe jordano Ali bin Al Hussein, candidato à presidência da FIFA, considerou hoje que o organismo que tutela o futebol mundial deve "abandonar o seu funcionamento autoritário".

© Stefan Wermuth / Reuters

"Vivemos um momento crucial, dentro e fora da FIFA, e há vozes que se levantam contra a forma como esta é gerida. Os problemas estão profundamente enraizados e devemos tratá-los em família. Por todo o mundo há uma vontade de mudança. A FIFA deve abandonar o seu funcionamento autoritário", vincou.

Em Viena, no congresso da UEFA, Ali bin Al Hussein, que concorre com Luís Figo, o atual presidente Joseph Blatter e o holandês Michael van Praag, entende que "a imagem da FIFA degradou-se" e sonha com um organismo "rejuvenescido, com uma imagem reabilitada e ligada pelo amor ao futebol".

A UEFA, que reelegeu o francês Michel Platini para seu líder, deu a oportunidade aos quatro candidatos para se dirigir aos seus associados, sendo que apenas Joseph Blatter, que comanda a FIFA há 17 anos, foi o único a recusar.

Michel van Praag, presidente da federação holandesa, lamentou novamente os boatos que mancham a imagem da FIFA, falando em "nepotismo e corrupção".

"Precisamos de uma mudança de liderança e cabe à nossa geração fazer esse trabalho. Não podemos continuar com o mesmo homem que é responsável pelo estado atual da FIFA. Não tenho a ambição de liderar o organismo por 20 anos, mas apenas quatro", frisou.

A eleição vai decorrer a 29 de maio em Zurique e Joseph Blatter, de 79 anos, procura um quinto mandato.

Lusa
  • Vidas de fogo
    12:04

    Reportagem Especial

    Este ano durante o período mais crítico dos fogos, estão no terreno quase dez mil operacionais, a maioria bombeiros voluntários. A Reportagem Especial da SIC deste domingo "Vidas de fogo" dá a conhecer histórias de bombeiros que sobreviveram às chamas enquanto serviam o país.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.