sicnot

Perfil

Desporto

Barcelona recorre da acusação do Ministério Público no caso Neymar

O Barcelona apresentou esta quarta-feira um recurso da acusação de que foi alvo, por parte do juiz da Audiência Nacional Pablo Ruiz, em relação ao 'caso Neymar', futebolista brasileiro contratado pelo clube no último defeso.

O despacho disseca os diferentes contratos criados a fim de antecipar em um ano a contratação de Neymar e de permitir declarar à Autoridade Tributária espanhola um valor substancialmente inferior aos 83,3 ME que teve de pagar pela contratação do avançado brasileiro. (Arquivo)

O despacho disseca os diferentes contratos criados a fim de antecipar em um ano a contratação de Neymar e de permitir declarar à Autoridade Tributária espanhola um valor substancialmente inferior aos 83,3 ME que teve de pagar pela contratação do avançado brasileiro. (Arquivo)

© Albert Gea / Reuters

A notícia foi confirmada à agência noticiosa EFE pelo clube catalão, que ao longo deste processo, defendeu sempre que a Audiência Nacional não é competente para resolver o caso, que, na sua opinião, deveria ter sido tratado por um tribunal provincial.

O Ministério Público espanhol pediu dois anos e três meses de prisão para o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, e sete anos e três meses para o antecessor, Sandro Rosell, por delitos fiscais no âmbito do 'caso Neymar'.

O despacho de acusação pede também que seja aplicada uma multa de 22,2 milhões de euros ao Barcelona, que será julgado como pessoa jurídica, devido a ilegalidades no processo de transferência do futebolista internacional brasileiro.

Bartomeu e Rosell são acusados de delitos fiscais, com o antigo presidente do Barcelona a ser também acusado de um crime de gestão danosa, pela participação no processo através do qual o clube catalão deixou de pagar ao fisco perto de 13 milhões de euros (ME).

Além das penas de prisão, o procurador pediu ainda que Rosell seja multado em 25,1 ME, por dois delitos fiscais, cometidos em 2011 e 2013, e Bartomeu em 3,8 ME, por um crime fiscal cometidos em 2014.

O despacho disseca os diferentes contratos criados a fim de antecipar em um ano a contratação de Neymar e de permitir declarar à Autoridade Tributária espanhola um valor substancialmente inferior aos 83,3 ME que teve de pagar pela contratação do avançado brasileiro.

Segundo o mesmo documento, a decisão de antecipar a contratação de Neymar aconteceu durante uma reunião entre Rosell e Bartomeu em fevereiro de 2013, o que resultou no aumento significativo dos custos do processo de transferência, que foram camuflados através da celebração de vários contratos.

"Para levar a cabo esse plano e com a intenção de ocultar o custo real do jogador (Rosell) planeou dividir o pagamento por várias partes, formalizando uma série de contratos com o Santos e com Neymar, com diversos objetos e denominações, mas que tinham um único fim: a contratação de Neymar", defende o Ministério Público.
Lusa
  • Quem deve ser o próximo treinador do FC Porto?

    Desporto

    Nuno Espírito Santo já não é treinador do FC Porto. O técnico e o clube chegaram a acordo mútuo para a rescisão do contrato, que o ligava por mais uma temporada aos dragões. Nuno Pinto da Costa tem agora que encontrar um novo treinador para orientar dos "dragões". Os nomes em cima da mesa são vários. Diga-nos quem deve ser o novo treinador do FC Porto.

  • Os treinadores do FC Porto desde o último título 

    Desporto

    Nunca o FC Porto esteve quatro anos consecutivos sem ganhar um título durante a presidência de Nuno Pinto da Costa. A ausência de vitórias teve início na época de 2013/14, quando começou uma autêntica dança de treinadores.

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • Divulgado vídeo dos bambardeamentos contra o Daesh no Iraque
    0:42
  • Leão-marinho arrasta criança de doca em Vancouver
    0:51

    Mundo

    O momento em que um leão-marinho arrasta uma menina para a água foi gravado e publicado na internet. Sem nada que fizesse prever, o animal puxou a criança que estava sentada numa doca em Vancouver, no Canadá. A criança foi resgatada de imediato por um familiar e apesar do susto não sofreu ferimentos. O momento de aflição foi testemunhado por vários turistas.