sicnot

Perfil

Desporto

Árbitro italiano Gianluca Rocchi no Portugal-Sérvia

O árbitro internacional italiano Gianluca Rocchi dirige no domingo o jogo entre Portugal e Sérvia, do grupo I de qualificação para o Euro2016 de futebol, a disputar no Estádio da Luz (19:45).

© Alessandro Garofalo / Reuters

Rocchi, de 41 anos, não é um estreante em jogos da equipa das 'quinas', depois de ter estado no jogo em que Portugal bateu o Chipre por 4-0, a 02 de setembro de 2011, então no apuramento para o Euro2012.

Internacional desde 2008, Rocchi deverá suceder a Nicola Rizzoli como primeiro árbitro de Itália e a nível de competições da UEFA já esteve em vários jogos de equipas portuguesas, nomeadamente do FC Porto, Benfica e Sporting de Braga.

Em 2010/2011 esteve no Schalke 04-Benfica (2-0) da fase de grupos da Liga Europa e na vitória caseira das 'águias' frente ao AEK de Atenas (2-1), na fase de grupos da Liga Europa de 2009/10, mas o seu maior número de jogos foi com os 'dragões'.

Em 2011/2012 esteve no APOEL-Porto (2-1), referente à fase de grupos da Liga dos Campeões, em 2012/13 no Villarreal-FC Porto (3-2) e na última época, 2013/14, no Sevilha-FC Porto (4-1), ambos da Liga Europa.

Outro jogo dirigido por este árbitro natural de Florença foi o Liverpool-Sporting de Braga, da época de 2010/11, dos oitavos de final da Liga Europa, que terminou com um nulo em Anfield Road.

Portugal defronta no domingo a Sérvia, estando no segundo lugar do grupo I de qualificação para o Euro2016, com seis pontos, menos um do que a Dinamarca, que lidera mas tem mais um jogo, e mais dois do que a Albânia e cinco do que a Sérvia e do que a Arménia.



Lusa
  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.