sicnot

Perfil

Desporto

Fernando Alonso diz se lembra do acidente e fala em falhas na direção

O piloto espanhol Fernando Alonso (McLaren) disse hoje lembrar-se do acidente que sofreu em fevereiro durante uma sessão de testes de Fórmula 1 e que o mesmo se deveu a uma falha na direção.

© Reuters Staff / Reuters

"Fui para o hospital em boas condições. Há um período de tempo do qual não me lembro, entre as 14:00 e as 16:00, mas isso é normal, foi por causa da medicação", afirmou o campeão mundial de Fórmula 1 de 2005 e 2006, que se prepara para regressar à competição este fim de semana, no Grande Prémio da Malásia, em Sepang. 

Alonso negou a versão de que depois do acidente, ocorrido a 22 de fevereiro no circuito de Montmeló, Espanha, teria proferido afirmações que indiciavam que tinha perdido a memória dos últimos 20 anos.

"Não acordei em 1995, não falei italiano. Lembro-me do acidente e de tudo o que se passou no dia seguinte", assegurou.

O regresso do piloto espanhol, que falhou o arranque do Mundial, em Melbourne, Austrália, foi confirmado na terça-feira pela escuderia britânica.

A 22 de fevereiro, quando já tinha realizado cerca de 20 voltas ao circuito espanhol, Alonso saiu de pista e embateu num muro de proteção, acidente que, na altura, se pensou ter sido provocado pelos ventos fortes e irregulares.

A McLaren garantiu, dias depois, não ter verificado qualquer falha mecânica, mas hoje o piloto afirmou ter sentido problemas na direção.

"Não há uma causa clara, mas houve um problema na direção, bloqueou na direita e fui contra o muro. É evidente que houve um problema com o carro, mas não o detetámos. Passou mais de um mês e não encontrámos nada, talvez nunca encontremos, mas nesta corrida vamos estar mais atentos a determinadas partes do carro", disse.

Fernando Alonso explicou que para a prova de Sepang o carro foi equipado com novos sensores e sofreu alterações na direção e reiterou a sua total confiança na equipa da McLaren.








Lusa
  • Passos elogia escolha de Paulo Macedo mas diz que não é suficiente
    1:47

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho diz que Paulo Macedo é competente para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos, mas que a nomeação do antigo ministro não é suficiente para passar uma esponja sobre o assunto. Em Viseu, o líder do PSD não quis ainda avançar com um nome para a Câmara de Lisboa, depois de Santana Lopes afastar a hipótese de se candidatar.

  • O impacto e as consequências do referendo em Itália
    1:02
  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.