sicnot

Perfil

Desporto

Bayern tem 100 milhões de euros para gastar num só jogador

O diretor financeiro do Bayern Munique, Jan-Christian Dressen, revelou, em declarações à revista Kicker, que o clube campeão alemão de futebol pode gastar 100 milhões de euros num único jogador.

O Bayern bateu o recorde de transferências na Alemanha em 2012, quando pagou 39,9 milhões de euros pelo espanhol Javi Martinez

O Bayern bateu o recorde de transferências na Alemanha em 2012, quando pagou 39,9 milhões de euros pelo espanhol Javi Martinez

© USA Today Sports / Reuters

"Sim, podemos pagar 100 milhões numa futura transferência. Quero evitar dizer que isso nunca vai acontecer, não quero estar depois a ter que me corrigir", referiu o responsável financeiro pelos bávaros.

Atualmente, o Real Madrid é o clube que mais pagou por um jogador, quando investiu 100 milhões de euros na contratação do galês Gareth Bale aos ingleses do Tottenham.

A transferência bateu então o anterior recorde dos merengues, relativa à contratação do internacional português Cristiano Ronaldo ao Manchester United por 94,4 milhões de euros.

O Bayern Munique bateu o recorde de transferências na Alemanha em 2012, quando pagou 39,9 milhões de euros ao Athletic Bilbau pela contratação do espanhol Javi Martinez. Um ano depois pagou menos (37 milhões) ao Borussia Dortmund por Mario Goetze.

Dressen esclareceu ainda que o Bayern Munique assinou com todos os jogadores que quis e que foram desejados pelo técnico espanhol Pep Guardiola nos últimos 18 meses.

O clube contratou, desde que Guardiola é o treinador, o guarda-redes Jose Manuel Reina, os defesas Juan Bernat e Medhi Benatia, o médio Thiago, e o avançado Robert Lewandowski.



Lusa
  • Reportagem Especial dá a voz aos despedidos da banca
    1:18
  • CEMGFA admite que várias armas roubadas estão em condições de ser usadas
    2:06

    Assalto em Tancos

    Afinal há várias armas roubadas em Tancos que estão em condições de ser utilizadas, sendo que apenas os lança-granadas-foguete estão obsoletos. Esta manhã, o general Pina Monteiro admitiu, no Parlamento, que a declaração que fez há duas semanas pode ter induzido em erro a opinião pública. O chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas (CEMGFA) diz, ainda, que se houvesse indícios sobre colaboração do Exército neste caso, os suspeitos estariam presos.

  • Pais de Charlie Gard querem que o bebé morra em casa

    Mundo

    Depois de terem renunciado à batalha judicial para manterem o filho com vida, os pais do bebé britânico Charlie Gard desejam agora levar a criança para morrer em casa. O desejo foi revelado pelo advogado de Chris Gard e Connie Yates, numa audiência esta tarde, no Supremo Tribunal de Londres. Contudo, o hospital responsável pelo caso admite que os cuidados a Charlie não podem ser feitos em casa.