sicnot

Perfil

Desporto

Tiger Woods sai do top 100 pela primeira vez desde 1996

O golfista norte-americano Tiger Woods, antigo líder mundial, num acumulado de 623 semanas, saiu do top 100 do ranking mundial, ao cair do 96.º para o 104.º posto, na lista hoje divulgada.

Woods desistiu após cumprir o 11.º dos 18 buracos da primeira jornada, logo depois de ter feito um duplo-'bogey' (duas pancadas acima do par).

Woods desistiu após cumprir o 11.º dos 18 buracos da primeira jornada, logo depois de ter feito um duplo-'bogey' (duas pancadas acima do par).

© USA Today Sports / Reuters

É a primeira vez desde outubro de 1996 que o jogador norte-americano, de 40 anos, sai do grupo dos 100 melhores. 

Tiger Woods foi durante anos considerado o melhor jogador do mundo, conquistando 14 títulos do Grand Slam, após a sua primeira vitória enquanto profissional, quando tinha 20 anos, em outubro de 1996 no torneio de Las Vegas.

A última vez que o jogador ocupou a cadeira de número mundial foi em maio de 2014, mas desde então vários problemas físicos nas costas têm limitado a sua capacidade de jogar, com consequente perda de ranking.

Em janeiro deste ano, Tiger Woods realizou mesmo a pior prestação da sua carreira, com uma volta de 82 pancadas no Open de Phoenix, nos Estados Unidos, falhando o cut do torneio e saindo do top 50 do mundo. 

O jogador desistiu depois na primeira volta do Open Torrey Pines, também nos Estados Unidos, em fevereiro, e resolveu fazer uma pausa antes de poder regressar aos greens.

Lusa
  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".