sicnot

Perfil

Desporto

Alaba pára sete semanas e é baixa do Bayern frente ao FC Porto

O Bayern de Munique anunciou esta quarta-feira que o defesa David Alaba estará inativo cerca de sete semanas devido a uma lesão, ficando assim afastado dos quartos de final da Liga dos Campeões de futebol, frente ao FC Porto.

Alaba estará com a perna engessada durante duas semanas e irá usar uma tala depois de retirar o gesso, prevendo-se o seu retorno aos treinos dentro de quatro semanas. (Arquivo)

Alaba estará com a perna engessada durante duas semanas e irá usar uma tala depois de retirar o gesso, prevendo-se o seu retorno aos treinos dentro de quatro semanas. (Arquivo)

© Michael Dalder / Reuters

O defesa-esquerdo austríaco, que também pode jogar no meio-campo, sofreu uma lesão do ligamento colateral interno do joelho esquerdo durante o jogo particular entre a seleção do seu país e a congénere da Bósnia-Herzegovina na terça-feira.

Alaba vai ficar fora dos jogos com o FC Porto, a 15 de abril, no Dragão, e a 21, em Munique, junta-se ao avançado internacional holandês Arjen Robben, que sofreu uma lesão abdominal que o vai forçar a uma paragem de, pelo menos, cinco semanas.

Contudo, Alaba disse ter esperança de regressar à atividade na fase final da época, a tempo de participar no último jogo da Liga alemã frente ao Mainz, marcado para 23 de maio, dentro de sete semanas e meia.  

"Estou muito desapontado neste momento, mas tenho um objetivo, que é o de regressar à competição antes do final da época", disse Alaba, em declarações ao sítio do Bayern.

Se o Bayern não for eliminado, o austríaco poderá estar na final da Liga dos Campeões, a 6 de junho, em Berlim, e na final da Taça da Alemanha, prevista para uma semana antes.

Alaba estará com a perna engessada durante duas semanas e irá usar uma tala depois de retirar o gesso, prevendo-se o seu retorno aos treinos dentro de quatro semanas.

A equipa de Pep Guardiola enfrenta o Borussia Dortmund neste fim de semana, em jogo do campeonato alemão.
Lusa
  • "É mais um notável tiro no pé de Passos Coelho"
    4:04

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite, a polémica em torno de Pedro Passos Coelho, depois do presidente do PSD ter pedido desculpas por ter "usado informação não confirmada", ao falar na existência de suicídios, depois desmentidos, como consequência da falta de apoio psicológico na tragédia de Pedrógão Grande. Sousa Tavares considera que Passos Coelho deu "mais um tiro no pé" e defende que o líder da oposição "está notoriamente desgastado" e "caminha para uma tragédia eleitoral autárquica".

    Miguel Sousa Tavares

  • Este texto é sobre o bom senso. O bom senso que faltou a Passos Coelho quando, esta manhã, depois de uma visita pelas áreas ardidas de Pedrógão Grande, decidiu falar em suicídios. Passos não se referiu a tentativas, mas sim a atos consumados. Deu certezas. Disse que tinha conhecimento de “pessoas que puseram termo à vida” porque “que não receberam o apoio psicológico que deviam.”

    Bernardo Ferrão

  • Simplex+2017 promete simplificar burocracia
    1:08

    País

    Já está online o novo Simplex+2017, que vai simplificar a vida dos cidadãos, empresas e administração pública. Pagar impostos com cartão de crédito e ter o cartão de cidadão ou a carta de condução no telemóvel são alguns exemplos do que está previsto.

  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.