sicnot

Perfil

Desporto

Alaba pára sete semanas e é baixa do Bayern frente ao FC Porto

O Bayern de Munique anunciou esta quarta-feira que o defesa David Alaba estará inativo cerca de sete semanas devido a uma lesão, ficando assim afastado dos quartos de final da Liga dos Campeões de futebol, frente ao FC Porto.

Alaba estará com a perna engessada durante duas semanas e irá usar uma tala depois de retirar o gesso, prevendo-se o seu retorno aos treinos dentro de quatro semanas. (Arquivo)

Alaba estará com a perna engessada durante duas semanas e irá usar uma tala depois de retirar o gesso, prevendo-se o seu retorno aos treinos dentro de quatro semanas. (Arquivo)

© Michael Dalder / Reuters

O defesa-esquerdo austríaco, que também pode jogar no meio-campo, sofreu uma lesão do ligamento colateral interno do joelho esquerdo durante o jogo particular entre a seleção do seu país e a congénere da Bósnia-Herzegovina na terça-feira.

Alaba vai ficar fora dos jogos com o FC Porto, a 15 de abril, no Dragão, e a 21, em Munique, junta-se ao avançado internacional holandês Arjen Robben, que sofreu uma lesão abdominal que o vai forçar a uma paragem de, pelo menos, cinco semanas.

Contudo, Alaba disse ter esperança de regressar à atividade na fase final da época, a tempo de participar no último jogo da Liga alemã frente ao Mainz, marcado para 23 de maio, dentro de sete semanas e meia.  

"Estou muito desapontado neste momento, mas tenho um objetivo, que é o de regressar à competição antes do final da época", disse Alaba, em declarações ao sítio do Bayern.

Se o Bayern não for eliminado, o austríaco poderá estar na final da Liga dos Campeões, a 6 de junho, em Berlim, e na final da Taça da Alemanha, prevista para uma semana antes.

Alaba estará com a perna engessada durante duas semanas e irá usar uma tala depois de retirar o gesso, prevendo-se o seu retorno aos treinos dentro de quatro semanas.

A equipa de Pep Guardiola enfrenta o Borussia Dortmund neste fim de semana, em jogo do campeonato alemão.
Lusa
  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23
  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32

    País

    Há cada vez mais homens e idosos a pedirem ajuda à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima. Segundo o relatório anual da APAV conhecido esta segunda-feira, foram identificadas quase 10 mil vítimas de violência no ano passado. Cerca de 80% são mulheres casadas e com cerca de 50 anos.