sicnot

Perfil

Desporto

Benfica regressa às vitórias e bate Nacional por 3-1

Galeria de fotos

O Benfica venceu o Nacional por 3-1, esta sábado no Estádio da Luz. Jonas - que bisou - e Lima fizeram os golos dos encarnados, Tiago Rodrigues reduziu a desvantagem dos insulares. O Benfica lidera o campeonato com 68 pontos, mais seis que o FC Porto, que joga segunda-feira com o Estoril.

MIGUEL A. LOPES

MIGUEL A. LOPES

MIGUEL A. LOPES

MIGUEL A. LOPES

MIGUEL A. LOPES

MIGUEL A. LOPES

MIGUEL A. LOPES

MIGUEL A. LOPES

MIGUEL A. LOPES

MIGUEL A. LOPES

MIGUEL A. LOPES

No Estádio do Luz, em Lisboa, os encarnados apagaram a pálida imagem deixada na ronda anterior em Vila do Conde (derrota por 2-1 frente ao Rio Ave) e realizaram uma exibição de excelente nível, com destaque não só para Jonas, mas também para o argentino Gaitán, que regressou após castigo e deu magia ao futebol do Benfica.

Jonas, aos 21 e 59 minutos, o segundo um 'golaço', e Lima, aos 30, fizeram os tentos do Benfica, enquanto Tiago Rodrigues reduziu para a equipa da Madeira, aos 74, e pôs fim a um série de nove jogos da equipa lisboeta sem sofrer golos para o campeonato em casa.

O último golo forasteiro no Estádio da Luz tinha acontecido na quinta jornada, a 21 de setembro do ano passado, e foi marcado pelo Moreirense.

Com o 'bis', Jonas igualou Hassan (Rio Ave) no terceiro lugar na lista dos melhores do campeonato, com 12, enquanto Lima isolou-se no segundo, com 13, a quatro do líder Jackson Martinez (17).

Além do regresso às vitórias, o Benfica deixou um 'aviso' ao FC Porto, segundo classificado, e mostrou que, a jogar assim, dificilmente perderá pontos na liderança até ao final da I Liga.

Para já, a formação de Jorge Jesus colocou-se provisoriamente com seis pontos de vantagem sobre o seu principal perseguidor, que só entra em campo na segunda-feira com a receção ao Estoril-Praia.

Com Gaitán e Salvio endiabrados nas alas e Samaris e Pizzi dominantes a meio-campo, o Benfica 'abafou' desde o apito inicial o Nacional, que raramente conseguiu construir uma jogada ofensiva na primeira parte.

Jonas lançou o aviso a Gottardi aos 12 minutos, com cabeceamento que o guardião defendeu para canto, e aos 21 marcou mesmo com um remate de primeira dentro da área, após lance individual de Salvio na direita.

Pouco depois, aos 30 minutos, o Benfica aumentou com justiça a vantagem, desta vez com um centro perfeito da Gaitán, que Lima só teve que encostar, de cabeça, para a baliza dos insulares.

Ainda antes do intervalo, Jonas esteve perto do segundo golo, algo que acabaria por alcançar na segunda parte, aos 59 minutos, outra vez com Salvio na jogada.

O argentino deu a bola à entrada da área e o avançado brasileiro, de primeira, meteu-a na 'gaveta', não dando hipóteses a Gottardi.

Depois de uma hora de grande qualidade, o Benfica 'descansou' e reduziu a intensidade do encontro, acabando o Nacional por aproveitar para finalmente mostrar na Luz algum do seu futebol.

Após alguns lances em que os insulares colocaram Júlio Cesar à prova, Tiago Rodrigues encheu o pé e atirou com força de fora da área, não dando hipóteses ao guardião internacional brasileiro.

Até final da partida, destaque para um falhanço incrível de Lisandro, que substituiu o castigado Luisão no 'onze' do Benfica. A pouco centímetros da linha de golo e depois de uma defesa incompleta de Gottardi, o central argentino conseguiu o mais difícil: falhar a baliza. 


Com Lusa
  • Jesus critica assobios dos adeptos após golo do Nacional
    1:26

    Desporto

    O treinador do Benfica destacou a qualidade de jogo dos encarnados na vitória frente ao Nacional. Jorge Jesus afirmou que não percebe os assobios dos adeptos, após o golo do adversário. O técnico do Nacional, Manuel Machado, diz que o resultado é justo, mas lembra a diferença de orçamento entre as duas equipas.

  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Turista italiano assassinado em favela do Rio de Janeiro
    1:01

    Mundo

    Um turista italiano de 52 anos foi assassinado numa favela do Rio de Janeiro, no Brasil, enquanto viajava com um amigo. Após várias horas com o gangue autor do crime, o amigo que se encontrava com a vítima acabou por ser libertado.

  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47