sicnot

Perfil

Desporto

Ataque contra autocarro do Fenerbahçe na Turquia

O autocarro da equipa de futebol turca do Fenerbahçe, dos portugueses Raul Meireles e Bruno Alves, foi atacado este sábado à noite a tiro. O motorista ficou ferido.

EPA

Segundo Mahmut Uslu, responsável do clube que se encontrava no interior do veículo, os disparos foram feitos quando o autocarro circulava numa autoestrada perto da cidade de Trabzon, nordeste do país, com os atletas e outros dirigentes a bordo.

O mesmo dirigente assegurou que nenhum atleta ficou ferido.

O autocarro fazia o percurso de regresso a Istambul, após a equipa ter vencido o Rizespor por 5-1, em jogo do campeonato da Turquia, em que o internacional português Bruno Alves foi titular.

Ainda segundo Mahmut Uslu, após os disparos, o motorista, que ficou ferido na cara, conseguiu imobilizar o veículo com dificuldade, 

As imagens do autocarro mostram o vidro da frente com as marcas dos disparos.

Abdil Celil Öz, governador de Trabzon, confirmou os tiros disparados contra o autocarro e acrescentou que o motorista ficou ferido no lado esquerdo da cara, mas o prognóstico dos médicos era favorável.

"Pensámos primeiro que fossem pedras arremessadas contra o autocarro, mas a polícia científica confirmou, no local, que se trata de um ataque armado", acrescentou, citado pelo canal de televisão turco 360.

A federação de futebol turca já emitiu um comunicado, em que condena "o mais firmemente possível" o ataque e em que exige que os seus autores sejam "imediatamente levados à justiça", enquanto a imprensa desportiva noticia com estupefação o sucedido, inédito na Turquia, apesar de atos de violência serem frequentes dentro dos estádios.


Com Lusa
  • Famílias das vítimas de Pedrógão criam associação para apurar responsabilidades
    2:13
  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15