sicnot

Perfil

Desporto

Governo turco rejeita suspender campeonato

O governo turco rejeitou hoje a possibilidade de suspender o campeonato local de futebol na sequência do ataque a tiro de que foi alvo ao autocarro que transportava a equipa do Fenerbahçe, em que alinham Bruno Alves e Raul Meireles.

© Stringer . / Reuters

"Não penso que seja uma situação que exija uma suspensão ou um cancelamento", afirmou o ministro do Interior, Sebahattin Ozturk, em declarações aos jornalistas, em Ancara.

Horas antes, o Fenerbahçe pediu a suspensão do campeonato, defendendo que, depois dos incidentes de sábado, é "inevitável" que tal aconteça.

 "Enquanto o ataque não estiver esclarecido de maneira satisfatória para o Fenerbahçe e para a opinião pública, a suspensão do campeonato é inevitável", referiu o clube, líder do campeonato, no seu sítio oficial na internet.

A situação aconteceu quando o autocarro circulava numa autoestrada perto de Trabzon, no nordeste do país, com os atletas e outros dirigentes a bordo, tendo os disparos atingido o motorista na cara.

O autocarro encaminhava-se para o aeroporto de Trabzon, de onde a equipa seguiria para Istambul, após a vitória sobre o Rizespor por 5-1, em jogo do campeonato da Turquia, em que o internacional português Bruno Alves foi titular.

Segundo Mahmut Uslu, responsável do clube, após os disparos, o motorista, que ficou ferido na cara, conseguiu imobilizar o veículo.

O Fenerbahçe adianta que é de "importância vital" saber quem foram os responsáveis e puni-los, e que se reunirá na segunda-feira para discutir o que fazer em relação a este assunto.


Lusa
  • Federação de Futebol turca condena ataque ao autocarro do Fenerbahçe
    1:57

    Desporto

    O autocarro da equipa turca do Fenerbahçe, onde jogam Bruno Alves e Raul Meireles, foi ontem atacado a tiro. Os jogadores e a equipa técnica estão bem, mas o motorista ficou ferido e teve de ser hospitalizado. O veículo foi atacado numa autoestrada no nordeste da Turquia depois de uma expressiva vitória por 5-1 frente aos rivais do Rizespor. Em comunicado, a Federação de Futebol turca condenou o ataque e prometeu levar os culpados à justiça. Já o presidente da Turquia, adepto confesso do Fenerbahçe, pediu ao governador local para o informar da investigação em curso.

  • 105 detidos pela PSP e GNR nas últimas 24 horas

    País

    Só a GNR deteve 64 pessoas em flagrante delito, entre a noite de sexta-feira e o início da manhã deste sábado, a maioria das quais (47) por condução sob o efeito do álcool. A PSP de Lisboa efetuou 41 detenções em 24 horas, dez por tráfico de droga.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.