sicnot

Perfil

Desporto

Fenerbahçe só voltará a jogar após esclarecimento sobre ataque ao autocarro

O clube turco de futebol Fenerbahçe, dos portugueses Bruno Alves e Raul Meireles, anunciou esta segunda-feira que não voltará a jogar enquanto não forem esclarecidas as circunstâncias do ataque a tiro ao seu autocarro, que provocou um ferido.

No domingo, o Fenerbahçe apelou à suspensão do campeonato de futebol, devido ao ataque armado ao autocarro que transportava a equipa, no sábado, no regresso a Istambul, após ter vencido o Rizespor por 5-1. (Arquivo)

No domingo, o Fenerbahçe apelou à suspensão do campeonato de futebol, devido ao ataque armado ao autocarro que transportava a equipa, no sábado, no regresso a Istambul, após ter vencido o Rizespor por 5-1. (Arquivo)

© Stringer . / Reuters

"Não temos intenção de jogar enquanto as circunstâncias deste incidente não forem esclarecidas", afirmou o dirigente do clube Deniz Tolga Aytöre, em conferência de imprensa.

O Fenerbahçe, campeão turco em título, ocupa o segundo lugar da Liga, com 56 pontos, menos dois do que o líder Galatasaray, após 26 das 34 jornadas da competição.

No domingo, o Fenerbahçe apelou à suspensão do campeonato de futebol, devido ao ataque armado ao autocarro que transportava a equipa, no sábado, no regresso a Istambul, após ter vencido o Rizespor por 5-1.

Enquanto o autocarro circulava numa autoestrada perto da cidade de Trabzon, no nordeste do país, com os atletas e outros dirigentes a bordo, o motorista da viatura foi atingido por disparos na cara.

Segundo Mahmut Uslu, responsável do clube, após os disparos, o motorista conseguiu imobilizar o veículo, que se dirigia de Rize para Trabzon, de onde a equipa viajaria para Istambul.

Na altura, o Fenerbahçe realçou a "importância vital" de saber quem foram os responsáveis e puni-los.
Lusa
  • Federação de Futebol turca condena ataque ao autocarro do Fenerbahçe
    1:57

    Desporto

    O autocarro da equipa turca do Fenerbahçe, onde jogam Bruno Alves e Raul Meireles, foi ontem atacado a tiro. Os jogadores e a equipa técnica estão bem, mas o motorista ficou ferido e teve de ser hospitalizado. O veículo foi atacado numa autoestrada no nordeste da Turquia depois de uma expressiva vitória por 5-1 frente aos rivais do Rizespor. Em comunicado, a Federação de Futebol turca condenou o ataque e prometeu levar os culpados à justiça. Já o presidente da Turquia, adepto confesso do Fenerbahçe, pediu ao governador local para o informar da investigação em curso.

  • Governo turco rejeita suspender campeonato

    Desporto

    O governo turco rejeitou hoje a possibilidade de suspender o campeonato local de futebol na sequência do ataque a tiro de que foi alvo ao autocarro que transportava a equipa do Fenerbahçe, em que alinham Bruno Alves e Raul Meireles.

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14