sicnot

Perfil

Desporto

João Sousa é 57.º do 'ranking' mundial

O tenista português João Sousa desceu quatro lugares no 'ranking' mundial e passou a ocupar a 57.ª posição na lista do circuito profissional, publicada hoje.

© Brandon Malone / Reuters

Este é o lugar mais baixo do número um português desde 23 de setembro de 2013, dia em que surgiu na 77.ª posição.

Nessa semana, João Sousa conquistou o único troféu do ATP que tem no currículo, em Kuala Lumpur, triunfo que lhe permitiu 'saltar' na altura para o 51.º posto da hierarquia.

No topo da classificação publicada hoje, a elite do top-10 sofreu algumas mexidas, embora a liderança continue a pertencer ao sérvio Novak Djokovic, que acaba de conquistar pela quinta vez o torneio Masters 1000 de Miami, nos Estados Unidos.

Djokovic mantém a vantagem confortável de 4.310 pontos sobre o suíço Roger Federer, enquanto o britânico Andy Murray, finalista em Miami, 'saltou' para o terceiro posto, que era até agora ocupado pelo espanhol Rafael Nadal.

O antigo líder da hierarquia, eliminado na terceira ronda em Miami, 'escorregou' para o quinto lugar do 'ranking' e também foi ultrapassado por uma das maiores figuras do circuito nos últimos tempos, o japonês Kei Nishikori, que em Miami alcançou os quartos-de-final.

Em femininos, o maior protagonismo da semana pertence a Carla Suarez Navarro, campeã do Portugal Open de 2014. A espanhola, finalista em Miami, surge hoje no melhor 'ranking' da carreira, ao fechar o grupo das 10 melhores do mundo.

A norte-americana Serena Williams, que se sagrou campeã em Miami pela oitava vez, mantem a liderança da lista mundial, com 2.091 pontos de vantagem sobre a perseguidora direta, a russa Maria Sharapova.

Michelle Larcher de Beiro, eliminada logo na primeira ronda do 'qualifying' de Miami, perdendo depois na segunda eliminatória do torneio ITF (segundo escalão) de Osprey, nos Estados Unidos, caiu cinco lugares na classificação, passando a figurar na posição 129.



Lusa
  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalaram-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.