sicnot

Perfil

Desporto

Blatter opõe-se a pedido da Palestina para afastar Israel das provas internacionais

O presidente da FIFA, Joseph Blatter, opôs-se hoje a uma proposta palestiniana para impedir Israel de participar nas competições internacionais, alegando que tal medida prejudicaria a própria entidade máxima do futebol.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Enrique de la Osa / Reuters

Blatter deve reunir-se hoje com o presidente da Federação Palestiniana de Futebol (PFA), Jibril Rajoub, no Cairo, para analisar o pedido para que Israel seja suspenso pela FIFA "pelo seu comportamento racista contra os árabes".

"Vou encontrar-me hoje com o senhor Jibril Rajoub. Não posso dar mais detalhes", disse Blatter, que concorre às eleições no próximo mês para um quinto mandato como presidente da FIFA. 

Solicitado a comentar o pedido da PFA, Blatter disse que esta situação "não deve ocorrer num congresso da FIFA", porque a  suspensão de uma federação por qualquer motivo "é sempre algo que prejudica toda a organização".

No seu pedido para que a federação israelita seja suspensa das competições internacionais, a PFA também protesta contra a criação de "cinco clubes nos territórios ocupados desde 1967, clubes esses que participam em campeonatos nacionais de Israel, em violação do direito internacional".

O último pedido da PFA para a suspensão de Israel ocorreu em novembro do ano passado, depois de as forças militares israelitas terem invadido a sua sede na cidade de Ramallah, na Cisjordânia.  

Para que este pedido seja aprovado terá de ter os votos favoráveis de, pelo menos, 156 delegados dos 209 com assento no Congresso da FIFA. 

Blatter está a participar numa reunião de dois dias da Confederação de Futebol Africana (CAF), no Cairo, da qual sairá na quarta-feira a escolha do país anfitrião da Taça das Nações Africanas (CAN2017).

Lusa
  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Divorciados vão poder dividir filhos no IRS 

    Economia

    Os divorciados vão passar a poder dividir os filhos no IRS (imposto sobre o rendimento singular) e o Governo está a estudar soluções para que em 2018 haja um novo sistema para lidar com a guarda conjunta de filhos.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Ataques aéreos dos EUA em Mossul podem ter causado a morte de 200 civis
    1:22
  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.

  • Quando o cancro chega por mero acaso
    1:55

    Mundo

    Cerca de dois terços das mutações que ocorrem nas células cancerígenas devem-se ao acaso, segundo um estudo da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. Em Portugal, o Diretor do Programa Nacional Doenças Oncológicas alerta para a importância de um diagnóstico precoce e um estilo de vida saudável como forma de reduzir a fatalidade.