sicnot

Perfil

Desporto

Carlos Sá manteve 13º lugar na Maratona das Areias na terceira etapa

Carlos Sá manteve-se esta terça-feira no 13.º lugar na Maratona das Areias, ao terminar os 36,7 quilómetros da terceira etapa da corrida marroquina na 13.º posição, em 3:27.08 horas, mais 33.31 minutos do que o vencedor.

O ultramaratonista português, natural de Barcelos, permaneceu na 13.ª posição da classificação geral, agora a 1:35.47 horas do líder, o marroquino Rachid El Morabity, que hoje somou a sua terceira vitória em etapas. (Arquivo)

O ultramaratonista português, natural de Barcelos, permaneceu na 13.ª posição da classificação geral, agora a 1:35.47 horas do líder, o marroquino Rachid El Morabity, que hoje somou a sua terceira vitória em etapas. (Arquivo)

© Lucy Nicholson / Reuters

O ultramaratonista português, natural de Barcelos, permaneceu na 13.ª posição da classificação geral, agora a 1:35.47 horas do líder, o marroquino Rachid El Morabity, que hoje somou a sua terceira vitória em etapas.

Às 16:30, Ana Gonçalves (343.º lugar, a 2:46.44 horas) e Carla André (345.º, a 2:47.27) já tinham concluído a terceira tirada, sendo 339.ª e 342.ª na geral, a 8:41.48 e 8:56.34 horas do líder. Os outros quatro portugueses em prova ainda não tinham cruzado a meta.

Na quarta-feira, vai ser disputada a etapa 'rainha' da corrida de 250 quilómetros no deserto do Saara.
Lusa
  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras