sicnot

Perfil

Desporto

Carlos Sá manteve 13º lugar na Maratona das Areias na terceira etapa

Carlos Sá manteve-se esta terça-feira no 13.º lugar na Maratona das Areias, ao terminar os 36,7 quilómetros da terceira etapa da corrida marroquina na 13.º posição, em 3:27.08 horas, mais 33.31 minutos do que o vencedor.

O ultramaratonista português, natural de Barcelos, permaneceu na 13.ª posição da classificação geral, agora a 1:35.47 horas do líder, o marroquino Rachid El Morabity, que hoje somou a sua terceira vitória em etapas. (Arquivo)

O ultramaratonista português, natural de Barcelos, permaneceu na 13.ª posição da classificação geral, agora a 1:35.47 horas do líder, o marroquino Rachid El Morabity, que hoje somou a sua terceira vitória em etapas. (Arquivo)

© Lucy Nicholson / Reuters

O ultramaratonista português, natural de Barcelos, permaneceu na 13.ª posição da classificação geral, agora a 1:35.47 horas do líder, o marroquino Rachid El Morabity, que hoje somou a sua terceira vitória em etapas.

Às 16:30, Ana Gonçalves (343.º lugar, a 2:46.44 horas) e Carla André (345.º, a 2:47.27) já tinham concluído a terceira tirada, sendo 339.ª e 342.ª na geral, a 8:41.48 e 8:56.34 horas do líder. Os outros quatro portugueses em prova ainda não tinham cruzado a meta.

Na quarta-feira, vai ser disputada a etapa 'rainha' da corrida de 250 quilómetros no deserto do Saara.
Lusa
  • Fuzileiros continuam no terreno a ajudar população
    3:03
  • Família Obama de férias na Indonésia

    Mundo

    Das águas claras de Bali aos encantos dos templos de Java, o antigo Presidente norte-americano Barack Obama levou a esposa e as filhas de férias numa aventura de (re)descobertas por um país onde Obama viveu durante quatro anos da sua infância.

    SIC

  • NotPetya: Lourenço Medeiros explica o novo ciberataque global
    2:44
  • Desacatos no aeroporto de Faro deixam turistas britânicos em terra
    1:46

    País

    Cinco pessoas, que integravam o grupo de turistas britânicos que nos últimos dias causou desacatos em Albufeira, foram ontem impedidas de regressar a Inglaterra. Agressões no aeroporto e desacatos à entrada do avião levaram os comandantes de dois voos a recusar levar aqueles passageiros.