sicnot

Perfil

Desporto

Farense denuncia tentativa de aliciamento a jogadores para encontro com Atlético

O Farense denunciou esta quinta-feira uma tentativa de aliciamento a jogadores da equipa de futebol, para facilitarem no jogo do próximo sábado, com o Atlético, da 38.ª jornada da II Liga.

Estádio de São Luís, em Faro. (Arquivo)

Estádio de São Luís, em Faro. (Arquivo)

DR

"Um indivíduo estrangeiro apresentou-se ao Califo e ao Kiki Ballack como suposto representante do Atlético, para lhes prometer verbas, em troca de facilitarem a vitória do Atlético na partida de sábado", disse o presidente do clube algarvio, António Barão, à agência Lusa.

O contacto foi feito presencialmente esta quinta-feira, no café contíguo às instalações do clube, e os jogadores alertaram de imediato o presidente do emblema de Faro para a situação.

Segundo o dirigente, outros dois jogadores, Rui Duarte e Neca, terão sido contactados pelo indivíduo para serem abordados posteriormente, tendo a proposta concreta sido feita apenas a Califo e a Kiki Ballack.

António Barão contactou de imediato o presidente da Liga de clubes, Luís Duque, que terá denunciado a situação à Polícia Judiciária.

"Falámos de imediato com o presidente da Liga e foi feita uma queixa na Judiciária. Agora, resta esperar novos desenvolvimentos. Somos vítimas e lamentamos esta situação grave", concluiu o dirigente do Farense.
Lusa
  • Portugueses e espanhóis protestam em Salamanca contra mina de urânio
    0:38

    País

    O Bloco de esquerda desafia o Governo português a exigir às autoridades espanholas uma avaliação do impacto ambiental da mina de urânio a 40 quilómetros da fronteira portuguesa. Este caso está gerar contestação entre os ambientalistas. Várias associações portuguesas participaram este sábado numa manifestação em Salamanca. A Quercus diz-se preocupada com o impacto da mina de urânio no território português.

  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de três armas da PSP, recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avança hoje que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • As gravações que provam que as autoridades conheciam o perfil violento de Nikolas Cruz
    1:35