sicnot

Perfil

Desporto

Ibrahimovic suspenso por quatro jogos por palavras anti-França

A Comissão de Disciplina da Liga Francesa de Futebol (LFP) puniu esta quinta-feira com quatro jogos de suspensão o avançado sueco Zlatan Ibrahimovic, do Paris Saint-Germain, por este ter classificado a França como "um país de m...".

O avançado sueco do PSG, que mais tarde pediu desculpas pelas palavras ditas "a quente", vai falhar os jogos com Nice, Lille, Metz e Nantes, da Liga francesa, mas poderá defrontar o Bastia, na final da Taça da Liga, marcada para sábado. (Arquivo)

O avançado sueco do PSG, que mais tarde pediu desculpas pelas palavras ditas "a quente", vai falhar os jogos com Nice, Lille, Metz e Nantes, da Liga francesa, mas poderá defrontar o Bastia, na final da Taça da Liga, marcada para sábado. (Arquivo)

Claude Paris / AP

O presidente da comissão, Sebastien Deneux, considerou "rude e insultuosas" as palavras de Ibrahimovic, após a derrota do PSG frente ao Bordéus, por 3-2, a 15 de março.

"Em 15 anos, nunca tinha assistido a uma arbitragem tão má, neste país de m... não merece o PSG", afirmou, na altura, o internacional sueco, que hoje falhou a presença na audição disciplinar, fazendo-se representar por um advogado e dois dirigentes do clube.

O avançado sueco do PSG, que mais tarde pediu desculpas pelas palavras ditas "a quente", vai falhar os jogos com Nice, Lille, Metz e Nantes, da Liga francesa, mas poderá defrontar o Bastia, na final da Taça da Liga, marcada para sábado.

Na altura, o sindicato dos árbitros de futebol de elite já se manifestou indignado pelas declarações do internacional sueco, considerando que "há limites que ninguém pode ultrapassar".

No domingo à noite, o jogador emitiu um comunicado no qual garantia que só estava a falar de futebol e não do país e pedia desculpa "às pessoas que se sentiram ofendidas".

O ministro do Desporto francês, Patrick Kanner, considerou que as desculpas do jogador são insuficientes.

"Teve um erro e não pediu desculpa aos árbitros, que devem estar preservados. Caso contrário, abre-se um caminho perigoso", disse Kanner.

A líder da Frente Nacional, Marine Le Pen, defendeu que Zlatan Ibrahimovic devia abandonar França devido aos "comentários insultuosos" depois da derrota em Bordéus.
Lusa
  • "Fiz coisas de que me envergonho"
    2:31

    Grande Reportagem SIC

    Carlos Queiroz, ex-selecionador de Portugal, dá-nos uma entrevista forte e transparente. Entrevistámo-lo no Dubai, um lugar que a investigação da SIC coloca no centro do mapa do escândalo do GES/BES. Aqui antecipamos a Grande Reportagem da próxima semana.

    Exclusivo online