sicnot

Perfil

Desporto

Oliver Zaugg transportado para o hospital após queda aparatosa na Volta ao País Basco

O ciclista suíço Oliver Zaugg (Tinkoff-Saxo) foi esta sexta-feira transportado para o hospital de San Sebastián, na sequência de uma queda aparatosa na quinta etapa da Volta ao País Basco, que o deixou com um golpe na cabeça.

O diretor da Tinkoff-Saxo Patxi Vila admitiu, no decorrer da quinta etapa, que liga Eibar a Aia, que neste momento a equipa está mais preocupado com o estado do vencedor do Volta à Lombardia de 2011 do que com a disputa da prova. (Arquivo)

O diretor da Tinkoff-Saxo Patxi Vila admitiu, no decorrer da quinta etapa, que liga Eibar a Aia, que neste momento a equipa está mais preocupado com o estado do vencedor do Volta à Lombardia de 2011 do que com a disputa da prova. (Arquivo)

Luca Bruno / AP

Zaugg, de 33 anos, foi transportado para o hospital com um colar cervical, depois de ter estado uns minutos estendido na estrada, com muito sangue na cabeça. 

O diretor da Tinkoff-Saxo Patxi Vila admitiu, no decorrer da quinta etapa, que liga Eibar a Aia, que neste momento a equipa está mais preocupado com o estado do vencedor do Volta à Lombardia de 2011 do que com a disputa da prova. 

No entanto, o responsável da formação russa destacou que o ciclista estava consciente quando entrou na ambulância. 
Lusa
  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.