sicnot

Perfil

Desporto

Benfica testa vantagem com Académica, FC Porto procura aproximar-se em Vila do Conde

O Bemfica procura hoje manter a vantagem de três pontos na liderança da I Liga portuguesa de futebol na receção à Académica, antes de o FC Porto, segundo classificado, visitar o Rio Ave, na 28.ª jornada.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Hugo Correia / Reuters

Seis anos depois do último jogo em que não marcou nenhum golo no Estádio da Luz em jogos para o campeonato, frente à Académica, o líder e campeão volta a enfrentar a 'briosa', 14.ª classificada com 27 pontos e que ainda não perdeu sob o comando de José Viterbo e cuja última derrota remonta à 18.ª ronda, quando visitou o Sporting.

Os comandados de Jorge Jesus, que regressaram às vitórias na jornada passada diante do Nacional, depois da derrota frente aos vila-condenses, vão tentar, a partir das 17:00, somar 71 pontos, aumentando provisoriamente a vantagem sobre os 'dragões', que iniciam o seu jogo uma hora mais tarde.

O FC Porto, em vésperas de receber o Bayern Munique nos quartos de final da Liga dos Campeões, procuram somar o segundo triunfo consecutivo e pelo menos manter a distância para o Benfica, enquanto o Rio Ave, oitavo posicionado, tenta somar o quinto jogo seguido sem perder.

A receção das 'águias' aos 'estudantes' vai ser arbitrada pelo bracarense Luís Ferreira, enquanto a visita do FC Porto ao Rio Ave vai ser dirigida pelo portuense Vasco Santos.

Além dos jogos dos 'grandes' e depois do embate entre Arouca e Belenenses, na abertura da jornada, também hoje vai disputar-se o dérbi vimaranense entre o Vitória de Guimarães, quinto classificado com 43 pontos, e Moreirense, 11.º com 32, a partir das 20:15, e o embate entre Boavista, 12.º com 29, e Marítimo, 10.º com 32, às 16:00.

A ronda vai prosseguir no domingo com a visita do Sporting ao Vitória de Setúbal, a receção do Sporting de Braga ao lanterna-vermelha Penafiel e a receção do Nacional ao 'aflito' Gil Vicente e encerra na segunda-feira, com o embate entre Estoril-Praia e Paços de Ferreira.


Programa da 28.ª jornada:

- sábado, 11 abr:

Boavista -- Marítimo, 16:00.

Benfica -- Académica, 17:00 (BTV).

Rio Ave -- FC Porto, 18:00 (SportTV).

Moreirense -- Vitória de Guimarães, 20:15 (SportTV).

- domingo, 12 abr:

Nacional -- Gil Vicente, 16:00.

Sporting de Braga -- Penafiel, 17:00 (SportTV).

Vitória de Setúbal -- Sporting, 19:15 (SportTV).

- segunda-feira, 13 abr:

Estoril-Praia -- Paços de Ferreira, 20:00 (SportTV).



Lusa
  • Lopetegui prescindiu de Bruno Martins e Indi e voltou a chamar José Angél e Maicon
    1:46

    Desporto

    Jackson Martinez, Tello, Adrian e Quintero continuam fora-de-jogo. Estão lesionados e falham a visita do FC do Porto ao Rio Ave. A pensar no jogo deste sábado com o Rio Ave, Lopetegui prescindiu de Bruno Martins e Indi e voltou a chamar José Angél e Maicon. Na conferência de imprensa foi ainda tema de conversa o pedido de dispensa dos árbitros para as cinco últimas jornadas do campeonato e que coincide com o Benfica Porto da Jornada 30.

  • Um retrato devastador do "pior dia do ano"
    2:47
  • Um olhar sobre a tragédia através das redes sociais
    3:22
  • "Estão a gozar com os portugueses, esta abordagem tem de mudar"
    6:45

    Opinião

    José Gomes Ferreira acusa as autoridades e o poder político de continuarem a abordar o problema da origem dos fogos de uma forma que considera errada. Em entrevista, no Primeiro Jornal, o diretor adjunto da SIC, considera que a causa dos fogos "é alguém querer que a floresta arda". José Gomes Ferreira sublinha que não se aprendeu com os erros e que "estão a gozar com os portugueses".

    José Gomes Ferreira

  • "Os portugueses dispensam um chefe de Governo que lhes diz que isto vai acontecer outra vez"
    6:32

    Opinião

    Perante o cenário provocado pelos incêndios, os portugueses querem um chefe de Governo que lhes diga como é que uma tragédia não volta a repetir-se e não, como disse António Costa, que não tem uma fórmula mágica para resolver o problemas dos fogos florestais. A afirmação é de Bernardo Ferrão, da SIC, que questiona ainda a autoridade da ministra da Administração Interna para ir a um centro de operações, uma vez que é contestada por toda a gente.

  • Portugal precisa de "resultados em contra-relógio, após décadas de desordenamento florestal"
    1:18
  • Jornalista que denunciou corrupção do Governo de Malta morre em explosão

    Mundo

    A jornalista Daphne Caruana Galizia, que acusou o Governo de Malta de corrupção, morreu esta segunda-feira, numa explosão de carro. O ataque acontece duas semanas depois de a jornalista maltesa recorrer à polícia, para dizer que estava a receber ameaças de morte. A morte acontece quatro meses após a vitória do Partido Trabalhista de Joseph Muscat, nas eleições antecipadas pelo primeiro-ministro, após as alegações da jornalista, que o ligavam a si e à sua mulher ao escândalo dos Panama Papers. O casal negou as acusações de que teriam usado uma offshore para esconder pagamentos do Governo do Azerbaijão.