sicnot

Perfil

Desporto

Bayern confirma ausências de Ribéry e Schweinsteiger no Dragão

O Bayern de Munique confirmou esta segunda-feira as ausências dos médios Franck Ribéry e Bastian Schweinsteiger do encontro de quarta-feira com o FC Porto, da primeira mão dos quartos de final da Liga dos Campeões de futebol.

Em conferência de imprensa, o diretor desportivo dos campeões alemães, Matthias Sammer, referiu que os dois jogadores, ambos a recuperar de lesões nos tornozelos, não viajaram com a equipa para a cidade do Porto. (Arquivo)

Em conferência de imprensa, o diretor desportivo dos campeões alemães, Matthias Sammer, referiu que os dois jogadores, ambos a recuperar de lesões nos tornozelos, não viajaram com a equipa para a cidade do Porto. (Arquivo)

© Michaela Rehle / Reuters

Em conferência de imprensa, o diretor desportivo dos campeões alemães, Matthias Sammer, referiu que os dois jogadores, ambos a recuperar de lesões nos tornozelos, não viajaram com a equipa para a cidade do Porto.

Por outro lado, o treinador Pep Guardiola poderá contar com Jerome Boateng e Claudio Pizzaro, ambos 'poupados' no sábado, no jogo com o Eintracht de Frankfurt (3-0) da 28.ª jornada da liga alemã.

Fora das opções do técnico continuam os lesionados Arjen Robben, David Alaba e Medhi Benatia.

O encontro entre o FC Porto e o Bayern de Munique disputa-se quarta-feira às 19:45 no estádio do Dragão, no Porto, sob arbitragem do espanhol Carlos Velasco Carballo.
Lusa
  • Negócios do fogo
    22:00
  • "Não podemos gastar o dinheiro e depois os filhos e os netos é que pagam"
    2:05

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no habitual espaço de comentário no Jornal da Noite, o reembolso antecipado ao FMI. O comentador da SIC defendeu que seria mais vantajoso se Portugal reembolsasse mais depressa, antes da subida das taxas de juro. Miguel Sousa Tavares considerou ainda que o reembolso da dívida é uma boa notícia, pois seria "desleal" deixar a dívida para "os filhos e os netos" pagarem.

    Miguel Sousa Tavares

  • Os efeitos da tempestade Ana em Portugal
    1:43
  • Porque têm as tempestades nomes?
    0:49

    País

    As tempestades passaram a ter um nome, partilhado pelos serviços de meteorologia de Portugal, França e Espanha. Nuno Moreira, chefe de divisão de previsão meteorológica do IPMA, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias para explicar que este método é também uma forma de sinalizar a dimensão das tempestades.

  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59

    Mundo

    A tempestade Ana não causou apenas estragos em Portugal, mas também na Galiza, com a queda de árvores e cheias nas zonas ribeirinhas. No norte da Europa, as baixas temperaturas provocaram fortes nevões e paralisaram a Grã-Bretanha, com voos cancelados, escolas fechadas e estradas cortadas.

  • "De repente ele estava em cima de mim a beijar-me e a apalpar-me"
    2:43