sicnot

Perfil

Desporto

Empate espanhol e vantagem italiana nos "quartos" da Liga dos Campeões

Atlético e Real Madrid, num dérbi da capital espanhola bem 'quente', empataram esta terça-feira sem golos na primeira mão dos quartos de final da Liga dos Campeões de futebol, enquanto a Juventus se colocou em vantagem perante o Mónaco (1-0).

A marcação apertada de Diego Godín e Arda Turan a Cristiano Ronaldo. O internacional português não teve muita margem de manobra no ataque dos "merengues".

A marcação apertada de Diego Godín e Arda Turan a Cristiano Ronaldo. O internacional português não teve muita margem de manobra no ataque dos "merengues".

© Reuters Staff / Reuters

Em Turim, o chileno Arturo Vidal apontou o único golo da noite europeia, na cobrança de uma grande penalidade. Uma vantagem mínima da Juventus para o jogo da 2ª mão, no Mónaco.

Em Turim, o chileno Arturo Vidal apontou o único golo da noite europeia, na cobrança de uma grande penalidade. Uma vantagem mínima da Juventus para o jogo da 2ª mão, no Mónaco.

© Giorgio Perottino / Reuters

No Estádio Vicente Calderon, com Cristiano Ronaldo a titular, Pepe no banco e Fábio Coentrão na bancada, o Real Madrid até esteve melhor na primeira parte e criou algumas ocasiões para chegar ao golo, mas o guarda-redes esloveno Oblak, ex-jogador do Benfica, mostrou-se sempre intransponível.

A reedição da final da `Champions´ da última temporada, que terminou com um triunfo dos 'merengues' (4-1 após prolongamento), desceu de qualidade na segunda parte, sobretudo devido ao acréscimo do número de faltas e às constantes 'brigas' entre os jogadores das duas equipas.

Mesmo assim, já perto do final, o Atlético Madrid, que teve o português Tiago como suplente não utilizado, esteve perto de chegar à vantagem, mas o guardião Iker Casillas impediu o tento dos 'colchoneros'. 

Com este resultado, fica tudo em aberto para o encontro da segunda mão, agendado para a próxima semana, dia 22 de abril, no Estádio Santiago Bernabéu. 

Em Turim, a Juventus colocou-se em vantagem na eliminatória graças uma grande penalidade convertida pelo chileno Vidal, aos 57 minutos, num lance em que esteve envolvido Ricardo Carvalho.

O defesa português, que foi titular juntamente com o seu compatriota João Moutinho, cometeu falta sobre Morata, quando o avançado espanhol seguia isolado para a baliza da Subasic. O central de 36 anos viu o cartão amarelo e 'fugiu' à expulsão.

A Juventus desloca-se ao Mónaco na próxima semana com a vantagem mínima na 'bagagem', num jogo em que podia ter construído outro resultado, sobretudo na segunda parte.

Por seu lado, a formação liderada por Leonardo Jardim, que colocou Bernardo Silva em campo aos 51 minutos, até chegou a assustar Buffon, sobretudo em lances de contra-ataque. A melhor oportunidade coube mesmo ao antigo médio do Benfica, que esteve perto de marcar instantes depois de ter entrado em campo, mas acabou por ver o guardião italiano defender o seu remate. 

Os quartos de final da Liga dos Campeões seguem na quarta-feira, com o FC Porto a receber o Bayern Munique e Paris Saint-Germain a defrontar o Barcelona, na capital francesa.
Lusa
  • Tragédia de Vila Nova da Rainha foi há uma semana
    7:18
  • Escutas da Operação Marquês "não podem servir de prova"
    1:36

    Operação Marquês

    As defesas de José Sócrates e de Ricardo Salgado queixam-se que as escutas do processo Marquês estão infetadas por um vírus informático. Os advogados dizem que tal como estão as escutas não podem servir de prova. No entanto, o Ministério Público diz que estão reunidas as condições para começar a contar o prazo para a abertura de instrução.

    Luís Garriapa

  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Admirável mundo novo
    16:17