sicnot

Perfil

Desporto

Leonardo Jardim fala em resultado injusto e queixa-se de penalti inexistente

O técnico do Mónaco, o português Leonardo Jardim, afirmou hoje que a Juventus venceu com um "penalti que não existiu", mas, mesmo assim, a eliminatória dos quartos de final da Liga dos Campeões de futebol está em aberto.

© Giorgio Perottino / Reuters

Jardim, que falava em conferência de imprensa em Turim após o triunfo da Juventus sobre o Mónaco, por 1-0, queixou-se do lance da grande penalidade cometida por Ricardo Carvalho, em que as imagens televisivas mostram que a falta existe, mas fora da área, uma decisão do árbitro que acabou por criar "um resultado injusto". 

"É uma grande injustiça. Perdemos por 1-0 graças a um penalti que não existiu. Houve qualidade no nosso jogo e tudo ainda é possível. Vamos jogar em casa e acreditamos no nosso trabalho", afirmou o treinador luso.

Para Leonardo Jardim, ex-técnico do Sporting e do Sporting de Braga, o Mónaco deixou uma "bela imagem" em Turim, apesar de ter falhado no momento de atirar à baliza de Buffon.

"No futebol de alto nível é preciso saber dominar, mas também é preciso ser eficiente. Mesmo assim, deixámos uma bela imagem e o resultado não demonstra o que aconteceu em campo", referiu.

Ricardo Carvalho e João Moutinho foram titulares no Mónaco, enquanto Bernardo Silva entrou em campo aos 51 minutos.

O jogo da segunda mão está agendado para 22 de abril.








Lusa
  • PSD e CDS admitem chamar António Costa à nova Comissão de Inquérito à CGD
    2:37

    Caso CGD

    PSD e CDS admitem chamar o primeiro-ministro à nova Comissão de Inquérito à CGD. Apesar de ser uma hipótese, a SIC sabe que os dois partidos ainda estão a definir o objeto do inquérito e, por isso, afirmam que é prematuro falar sobre eventuais audições. Seja como for, António Costa voltou esta segunda-feira a dizer que o assunto está encerrado.

  • Venda do Novo Banco terá que ser negociada em Bruxelas
    0:43

    Economia

    A venda do Novo Banco vai ter que ser negociada com Bruxelas, uma vez que o Lone Star planeia agora ficar com 65% da instituição, obrigando o Estado a manter uma posição no banco. O ministro das Finanças lembra que esta também era uma possibilidade mas salienta que o assunto está nas mãos do Banco de Portugal.

  • O atentado na Suécia inventado por Donald Trump
    2:12
  • Primeiro-ministro sueco "surpreendido" com as declarações de Trump
    0:53

    Mundo

    O primeiro-ministro sueco ficou surpreendido com as declarações de Donald Trump, que, no fim de semana, se referiu a um suposto ataque terrorista no país escandinavo, relacionado com a imigração. Stefan Löfven fala na responsabilidade de usar os factos correctamente e diz que é preciso verificar a informação que é divulgada.

  • Angelina emociona-se ao falar da separação de Brad Pitt
    1:25
  • Modelo obrigada a prometer que não volta a arriscar a vida numa sessão fotográfica
    1:46