sicnot

Perfil

Desporto

Leonardo Jardim fala em resultado injusto e queixa-se de penalti inexistente

O técnico do Mónaco, o português Leonardo Jardim, afirmou hoje que a Juventus venceu com um "penalti que não existiu", mas, mesmo assim, a eliminatória dos quartos de final da Liga dos Campeões de futebol está em aberto.

© Giorgio Perottino / Reuters

Jardim, que falava em conferência de imprensa em Turim após o triunfo da Juventus sobre o Mónaco, por 1-0, queixou-se do lance da grande penalidade cometida por Ricardo Carvalho, em que as imagens televisivas mostram que a falta existe, mas fora da área, uma decisão do árbitro que acabou por criar "um resultado injusto". 

"É uma grande injustiça. Perdemos por 1-0 graças a um penalti que não existiu. Houve qualidade no nosso jogo e tudo ainda é possível. Vamos jogar em casa e acreditamos no nosso trabalho", afirmou o treinador luso.

Para Leonardo Jardim, ex-técnico do Sporting e do Sporting de Braga, o Mónaco deixou uma "bela imagem" em Turim, apesar de ter falhado no momento de atirar à baliza de Buffon.

"No futebol de alto nível é preciso saber dominar, mas também é preciso ser eficiente. Mesmo assim, deixámos uma bela imagem e o resultado não demonstra o que aconteceu em campo", referiu.

Ricardo Carvalho e João Moutinho foram titulares no Mónaco, enquanto Bernardo Silva entrou em campo aos 51 minutos.

O jogo da segunda mão está agendado para 22 de abril.








Lusa
  • A Catalunha "está farta da prepotência e dos abusos do governo"
    0:30
  • "Não há um verdadeiro debate democrático em Espanha"
    2:24
    Quadratura do Círculo

    Quadratura do Círculo

    QUINTA-FEIRA 23:00

    No Quadratura do Círculo desta quinta-feira, José Pacheco Pereira disse que este braço de ferro em território espanhol reforça a linha autoritária que existe em Espanha. Jorge Coelho considera que é urgente recorrer à diplomacia para definir um caminho a médio ou a longo prazo. Já o gestor Manuel Queiró afirma que Portugal não deve encarar este referendo com condescendência. 

  • Uber perde licença para operar em Londres

    Economia

    O regulador de transporte de Londres decidiu hoje que vai retirar à Uber a licença para operar na capital britânica. A proibição entra em vigor no final deste mês e vai afetar 40 mil motoristas da empresa multinacional norte-americana.

  • A corrida ao iPhone 8 no Japão, China e Austrália
    2:04
  • Óculos inteligentes permitem controlar telemóvel com o nariz
    1:05
  • Família Portugal Ramos
    15:01