sicnot

Perfil

Desporto

Associação Europeia de Atletismo surpreendida com atribuição de Mundiais aos EUA

O presidente da Associação Europeia de Atletismo (AEA), o norueguês Svein Arne Hansen, mostrou-se hoje surpreendido com a atribuição da organização dos Mundiais atletismo de 2021 à cidade norte-americana de Eugene.

O atletismo sofreu em meados de julho um grande abalo, com o anúncio  de controlos positivos aos velocistas Tyson Gay e Asafa Powel e a Veronica  Campbell-Brown(na foto, à esquerda) (Reuters/ Arquivo)

O atletismo sofreu em meados de julho um grande abalo, com o anúncio  de controlos positivos aos velocistas Tyson Gay e Asafa Powel e a Veronica  Campbell-Brown(na foto, à esquerda) (Reuters/ Arquivo)

© Gary Hershorn / Reuters

"Gostaria de felicitar a federação dos Estados Unidos e Vin Lananna, que liderou o projeto de Eugene, mas devo dizer que estou surpreendido pela inexistência de um processo de eleição", disse Hansen, em comunicado.

A Federação Internacional de Atletismo (IAAF) atribui, por escolha direta, à cidade norte-americana de Eugene, no estado de Oregon, a organização dos Mundiais de atletismo de 2021, competição que se realizará pela primeira vez nos Estados Unidos.

"A IAAF sabia que a Gotemburgo era uma séria candidata aos Mundiais de 2021. A federação sueca e a cidade trabalharam muito neste anos para a candidatura, e nem sequer tiveram oportunidade de a apresentar", refere o comunicado de Svein Arne Hansen, que foi eleito no sábado para a presidência da AEA.

O dirigente acrescenta que a escolha de Eugene "não é uma boa notícia para o desenvolvimento do atletismo no continente europeu" e manifesta a esperança de que a competição regresse ao "velho continente" em 2023.

A decisão de entregar a competição sem o habitual processo de candidatura não é inédita, tendo já ocorrido aquando da escolha de Osaka, no Japão, para os Mundiais de 2007.

A maior competição mundial de atletismo, que se realizou pela primeira vez em 1983, em Helsínquia, vai ser disputada este ano em Pequim, na quarta ocasião organizada fora da Europa, depois das competições realizadas no Japão e no Canadá.

Em 2017, os Mundiais vão ser organizados em Londres.

Lusa
  • O impacto e as consequências do referendo em Itália
    1:02
  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.