sicnot

Perfil

Desporto

Associação Europeia de Atletismo surpreendida com atribuição de Mundiais aos EUA

O presidente da Associação Europeia de Atletismo (AEA), o norueguês Svein Arne Hansen, mostrou-se hoje surpreendido com a atribuição da organização dos Mundiais atletismo de 2021 à cidade norte-americana de Eugene.

O atletismo sofreu em meados de julho um grande abalo, com o anúncio  de controlos positivos aos velocistas Tyson Gay e Asafa Powel e a Veronica  Campbell-Brown(na foto, à esquerda) (Reuters/ Arquivo)

O atletismo sofreu em meados de julho um grande abalo, com o anúncio  de controlos positivos aos velocistas Tyson Gay e Asafa Powel e a Veronica  Campbell-Brown(na foto, à esquerda) (Reuters/ Arquivo)

© Gary Hershorn / Reuters

"Gostaria de felicitar a federação dos Estados Unidos e Vin Lananna, que liderou o projeto de Eugene, mas devo dizer que estou surpreendido pela inexistência de um processo de eleição", disse Hansen, em comunicado.

A Federação Internacional de Atletismo (IAAF) atribui, por escolha direta, à cidade norte-americana de Eugene, no estado de Oregon, a organização dos Mundiais de atletismo de 2021, competição que se realizará pela primeira vez nos Estados Unidos.

"A IAAF sabia que a Gotemburgo era uma séria candidata aos Mundiais de 2021. A federação sueca e a cidade trabalharam muito neste anos para a candidatura, e nem sequer tiveram oportunidade de a apresentar", refere o comunicado de Svein Arne Hansen, que foi eleito no sábado para a presidência da AEA.

O dirigente acrescenta que a escolha de Eugene "não é uma boa notícia para o desenvolvimento do atletismo no continente europeu" e manifesta a esperança de que a competição regresse ao "velho continente" em 2023.

A decisão de entregar a competição sem o habitual processo de candidatura não é inédita, tendo já ocorrido aquando da escolha de Osaka, no Japão, para os Mundiais de 2007.

A maior competição mundial de atletismo, que se realizou pela primeira vez em 1983, em Helsínquia, vai ser disputada este ano em Pequim, na quarta ocasião organizada fora da Europa, depois das competições realizadas no Japão e no Canadá.

Em 2017, os Mundiais vão ser organizados em Londres.

Lusa
  • Catalunha vs Espanha
    29:35

    Grande Reportagem SIC

    2017 ficará como o ano da Catalunha e de como a região espanhola foi falada em todo o mundo, por causa do grito de independência que não aconteceu. O jornalista Henrique Cymerman esteve na Catalunha e foi um dos únicos repórteres do mundo que conseguiu chegar ao esconderijo do presidente demissionário do Governo catalão, Carles Puigdemont, em Bruxelas.

  • Tiroteio em Espanha causa três mortos

    Mundo

    Um tiroteio na cidade espanhola de Teruel, na região de Aragão, fez esta quinta-feira três mortos, entre os quais dois elementos da Guardia Civil. O atirador está em fuga.

  • As IPSS são estruturantes no país. Fazem o que Estado não faz porque não pode, não quer, ou não chega a tudo. Chama-se sociedade civil a funcionar. E o Estado subsidia, ajuda, (com)participa, apoia. Nada contra. A questão é quando as IPSS e outras instituições, fundações, associações, federações e quejandas se tornam verdadeiras "indústrias".

    Pedro Cruz

  • Os Simpsons já sabiam em 1998 que a Fox iria pertencer à Disney

    Cultura

    Os Simpsons acertaram outra vez. Algo que tem acontecido regularmente nos últimos tempos, com a eleição de Donald Trump, o aparecimento do vírus Ébola ou o escândalo dos Panama Papers. Desta vez, a previsão remonta a 1998, quando a série previu que a 20th Century Fox iria pertencer à Disney.

    SIC