sicnot

Perfil

Desporto

Fenerbahçe volta a competir duas semanas depois de ataque a autocarro

O  Fenerbahçe, clube turco no qual alinham os futebolistas portugueses Bruno Alves e Raul Meireles, anunciou hoje que vai voltar à competição, após duas semanas de ausência devido ao ataque armado ao autocarro da equipa.

No domingo, o Fenerbahçe apelou à suspensão do campeonato de futebol, devido ao ataque armado ao autocarro que transportava a equipa, no sábado, no regresso a Istambul, após ter vencido o Rizespor por 5-1. (Arquivo)

No domingo, o Fenerbahçe apelou à suspensão do campeonato de futebol, devido ao ataque armado ao autocarro que transportava a equipa, no sábado, no regresso a Istambul, após ter vencido o Rizespor por 5-1. (Arquivo)

© Stringer . / Reuters

"A direção do Fenerbahçe decidiu por unanimidade que a equipa podia voltar a competir, depois de ter recebido garantias de segurança das autoridades competentes", refere um comunicado divulgado pelo clube.

O Fenerbahçe, que segue na segunda posição da liga turca, deverá defrontar hoje o Mersin, em jogo da segunda mão dos quartos-de-final da Taça Turquia, encontro para o qual parte com uma vantagem de 2-1.

Na segunda-feira, a equipa de Bruno Alves e Raul Meireles deverá defrontar o Bursaspor, onde alinha o português Josué, em jogo da liga turca.

A 04 de abril, a autocarro do Fenerbahçe foi atacado a tiro quando a equipa regressava de uma vitória no terreno do Caykur Rizespor (5-1), na região do Mar Negro, ferindo gravemente o motorista, que perdeu o controlo do veículo, travado atempadamente por um membro da segurança, o que impediu a queda numa ravina. 

O clube anunciou depois que não voltaria a competir sem que estivessem garantidas todas as condições de segurança, e a federação turca suspendeu o campeonato por uma semana. 


Lusa
  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.