sicnot

Perfil

Desporto

Michael Phelps regressa à competição com melhor tempo em eliminatórias nos EUA

O nadador norte-americano Michael Phelps, ganhador de 22 medalhas olímpicas, regressou esta quinta-feira à competição, alcançando o melhor tempo nas eliminatórias da prova de 100 metros mariposa das `Pro Swim Series´, em Mesa, nos Estados Unidos.

Após cumprir seis meses de suspensão com que foi sancionado em outubro depois de ter sido detido por conduzir sob o efeito do álcool, Phelps regressou à competição com uma marca de 52,92 segundos na prova. (Arquivo)

Após cumprir seis meses de suspensão com que foi sancionado em outubro depois de ter sido detido por conduzir sob o efeito do álcool, Phelps regressou à competição com uma marca de 52,92 segundos na prova. (Arquivo)

© USA Today Sports / Reuters

Após cumprir seis meses de suspensão com que foi sancionado em outubro depois de ter sido detido por conduzir sob o efeito do álcool, Phelps regressou à competição com uma marca de 52,92 segundos na prova.

"Foi bonito regressar, porque a espera foi longa. Estava verdadeiramente ávido de voltar à água", comentou o nadador.

Phelps admitiu ainda pela primeira vez o seu desejo de participar nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016.

O múltiplo campeão olímpico foi preso a 30 de setembro do ano passado no seu estado natal, Maryland, e acusado de conduzir sob a influência de álcool.

Tratou-se da segunda vez que Phelps foi preso com esta acusação -- a primeira foi aos 19 anos, pouco depois de ter conquistado oito medalhas em Atenas2004 (seis ouros, dois bronzes).

O norte-americano, que colecionou 18 ouros olímpicos, retirou-se da competição depois de Londres2012, mas regressou aos treinos no início deste ano.
Lusa
  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.