sicnot

Perfil

Desporto

Equipa médica do Bayern Munique demite-se após derrota com o FC Porto

A derrota por 3-1 do Bayern Munique com o FC Porto, no Estádio do Dragão, já fez as primeiras baixas. Demitiu-se esta quinta-feira o departamento médico do clube alemão.

Hans-Wilhelm Müller-Wohlfahr, que trabalhava no Bayern há 38 anos, justificou a decisão por considerar que, depois da derrota frente ao FC Porto, deixou de ter a confiança necessária para exercer funções. (Arquivo)

Hans-Wilhelm Müller-Wohlfahr, que trabalhava no Bayern há 38 anos, justificou a decisão por considerar que, depois da derrota frente ao FC Porto, deixou de ter a confiança necessária para exercer funções. (Arquivo)

Themba Hadebe / AP

Hans-Wilhelm Müller-Wohlfahr, que trabalhava no Bayern há 38 anos, justificou a decisão por considerar que, depois da derrota frente ao FC Porto, deixou de ter a confiança necessária para exercer funções.

Num comunicado enviado à imprensa alemã, o médico afirmou ainda que, por razões inexplicáveis, se fez crer que a equipa médica foi responsável pelo desaire no Dragão e por isso apresentava a demissão.

Nos últimos meses, a imprensa alemã tem especulado sobre as divergências entre o médico e o treinador Pep Guardiola.

Os alemães vieram a Portugal sem algumas das suas maiores referências, como são os casos de Robben, Ribéry, Javi Martínez, Schweinsteiger ou Alaba, todos de fora por lesão.
  • Cinco mortos provocados pelo tufão Hato em Macau
    1:13
  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.