sicnot

Perfil

Desporto

Thomas Tuchel vai suceder a Jurgen Klopp como treinador do Borussia Dortmund

O alemão Thomas Tuchel, antigo treinador do Mainz, vai suceder a Jurgen Klopp no comando técnico do Borussia Dortmund, anunciou este domingo o clube oito vezes campeão da Liga alemã de futebol.

O antigo defesa do Estugarda Kickers e do Ulm iniciou a sua carreira de treinador na formação de Estugarda, Augsburgo e Mainz, tendo assumido, no início da época 2009/10, a equipa principal do Mainz, tendo como maior feito o quinto lugar na Bundesliga na segunda temporada. (Arquivo)

O antigo defesa do Estugarda Kickers e do Ulm iniciou a sua carreira de treinador na formação de Estugarda, Augsburgo e Mainz, tendo assumido, no início da época 2009/10, a equipa principal do Mainz, tendo como maior feito o quinto lugar na Bundesliga na segunda temporada. (Arquivo)

Matthias Schrader / AP

"Thomas Tuchel vai ser o treinador do Borussia Dortmund a partir de 1 de julho de 2015. O técnico de 41 anos assinou um contrato válido por três anos. A chegada ao Borussia Dortmund de Thomas Tuchel vai ocorrer uma semana depois do fim da temporada. Até essa altura, nenhum dos envolvidos vai fazer qualquer comentário", lê-se no sítio oficial do clube na Internet.

O antigo defesa do Estugarda Kickers e do Ulm iniciou a sua carreira de treinador na formação de Estugarda, Augsburgo e Mainz, tendo assumido, no início da época 2009/10, a equipa principal do Mainz, tendo como maior feito o quinto lugar na Bundesliga na segunda temporada.

Na quarta-feira, Jurgen Klopp anunciou que vai abandonar o Borussia Dortmund no final da temporada, apesar de ter contrato até 2018.

O técnico germânico, de 47 anos, pegou na equipa em 2008, numa altura em que o clube passava por uma grave crise financeira, e conquistou dois títulos de campeão (2010/11 e 2011/12) e uma Taça da Alemanha (2011/12), tornando-se no primeiro treinador da história do Borussia a conquistar o campeonato e taça na mesma temporada.

Em 2013, Klopp apurou o Dortmund para a final da Liga dos Campeões, tendo na altura perdido para o Bayern Munique, no Estádio de Wembley, em Londres.

O antigo avançado, que fez grande parte sua carreira no Mainz, clube em que depois iniciou a carreira de treinador, abandona Dortmund também com duas Supertaças germânicas no currículo (2013 e 2014), dois segundos lugares na Bundesliga (2012/13 e 2013/14) e uma final da Taça da Alemanha em que saiu derrotado (2013/14).

Esta temporada, o Borussia Dortmund está a fazer um percurso bastante irregular, tendo já mesmo ocupado o último lugar da Bundesliga. Atualmente, segue na oitava posição da prova, a cinco pontos dos lugares de acesso às competições europeias.
  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN interrompeu perto das 13:00 a leitura do acórdão iniciada pelas 10:30. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas.

  • Greve na Função Pública vai afetar escolas, saúde e cultura

    País

    A greve nacional convocada para sexta-feira pela Federação Nacional dos Sindicatos da Função Pública (FNSTFPS) deverá afetar as escolas, a área da saúde e ainda da cultura, entre outros serviços, afirmou esta quarta-feira a dirigente sindical, Ana Avoila.

  • Papa pede a Trump para ser pacificador
    1:12
  • Supremo confirma condenação de Messi por fraude fiscal

    Desporto

    O Supremo Tribunal de Justiça espanhol confirma a condenação de Lionel Messi por fraude fiscal. A notícia foi avançada pelo El País. O jogador do Barcelona foi condenado a 21 meses de prisão por três crimes fiscais que lesaram o Estado em 4,1 milhões de euros.

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.