sicnot

Perfil

Desporto

Dores no joelho direito e gémeos afastam Sara Moreira de Londres

Dores no joelho direito e nos gémeos ditaram o afastamento de Sara Moreira da maratona de Londres, no domingo, porém a atleta espera recuperar para competir em Praga na semana seguinte.

© Laszlo Balogh / Reuters

"Tenho dores em dois sítios. No joelho direito e nos gémeos da perna contrária. Com os gémeos trata-se de um reflexo de defesa do (problema no) joelho. O joelho já me vinha a chatear há alguns dias e foi-se agravando a dor. Como defesa, comecei a ter dores também no gémeo, mas o maior problema é mesmo do joelho", explicou.

Em declarações à Lusa, a atleta revela que "só hoje" vai ser avaliada pelo departamento médico da federação de atletismo, mas assume que a decisão foi tomada pela forma como se sente, já que não consegue correr "mais de meia hora a 40 minutos".

"Apesar de achar que não é nada grave, não fazia sentido não conseguir correr na semana da competição e arriscar correr a distância da maratona. Não são cinco ou 10 quilómetros. A decisão foi tomada independentemente de saber do diagnóstico, pois não consigo correr o tempo de prova. Não faria sentido arriscar", vincou.

Sara Moreira assume a "frustração" de não poder competir em Londres, porém espera que "não seja nada de grave e recupere a tempo de disputar outra maratona na semana seguinte, a 03 de maio em Praga".

"Londres é impossível porque não consigo correr muito tempo e estamos a cinco dias da competição. Não iria arriscar sem estar completamente nas melhores condições. Se evoluir e começar a correr normalmente, a preparação está feita e tentarei Praga", reforçou.

O seu treinador, o marido Pedro Ribeiro, que também é atleta, vai competir em Londres "como estava programado".

Lusa
  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16

    Economia

    A Nokia chegou a ser uma das maiores empresas do mundo devido ao fabrico de telemóveis. Caiu, mas acaba de fazer renascer um dos sucessos de vendas do início do milénio. O anúncio foi feito este domingo, em Barcelona.