sicnot

Perfil

Desporto

Dores no joelho direito e gémeos afastam Sara Moreira de Londres

Dores no joelho direito e nos gémeos ditaram o afastamento de Sara Moreira da maratona de Londres, no domingo, porém a atleta espera recuperar para competir em Praga na semana seguinte.

© Laszlo Balogh / Reuters

"Tenho dores em dois sítios. No joelho direito e nos gémeos da perna contrária. Com os gémeos trata-se de um reflexo de defesa do (problema no) joelho. O joelho já me vinha a chatear há alguns dias e foi-se agravando a dor. Como defesa, comecei a ter dores também no gémeo, mas o maior problema é mesmo do joelho", explicou.

Em declarações à Lusa, a atleta revela que "só hoje" vai ser avaliada pelo departamento médico da federação de atletismo, mas assume que a decisão foi tomada pela forma como se sente, já que não consegue correr "mais de meia hora a 40 minutos".

"Apesar de achar que não é nada grave, não fazia sentido não conseguir correr na semana da competição e arriscar correr a distância da maratona. Não são cinco ou 10 quilómetros. A decisão foi tomada independentemente de saber do diagnóstico, pois não consigo correr o tempo de prova. Não faria sentido arriscar", vincou.

Sara Moreira assume a "frustração" de não poder competir em Londres, porém espera que "não seja nada de grave e recupere a tempo de disputar outra maratona na semana seguinte, a 03 de maio em Praga".

"Londres é impossível porque não consigo correr muito tempo e estamos a cinco dias da competição. Não iria arriscar sem estar completamente nas melhores condições. Se evoluir e começar a correr normalmente, a preparação está feita e tentarei Praga", reforçou.

O seu treinador, o marido Pedro Ribeiro, que também é atleta, vai competir em Londres "como estava programado".

Lusa
  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.