sicnot

Perfil

Desporto

Luís Duque afirma que Liga está atenta a irregularidades com inscrições

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) afirmou hoje, numa audição na Assembleia da República, que está atento a situações irregulares de inscrição de jogadores e que tudo está a fazer para evitar estas situações.

LUSA

Numa sessão requerida pelo Partido Socialista, tendo em vista esclarecer o trabalho levado a cabo pela LPFP sobre jovens jogadores estrangeiros que permanecem no país de forma irregular, Luís Duque deixou claro que a Liga, em conjunto com os Serviços de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), está a trabalhar na investigação e identificação dessas situações e que espera em breve contar com mecanismos que facilitem o processo de regularização das mesmas.

Para isso, o responsável máximo da Liga avançou que está em fase avançada de implementação de uma plataforma informática que permita a inscrição e registo dos contratos dos jogadores, ficando assim a LPFP responsável por verificar a legalidade da entrada e permanência dos jogadores das competições profissionais.

Quando confrontado sobre o que está a ser feito sobre os casos já conhecidos, e sem avançar nomes, Luís Duque diz que a Liga "não pretende um tratamento privilegiado para o futebol profissional", deixando claro que irá ter mão pesada sobre os dirigentes a que forem detetadas irregularidades, com sanções que poderão mesmo chegar à exclusão dos mesmos das ligas profissionais.  

Lusa

  • Autoridades garantem ter evitado novo ataque terrorista em Londres
    0:59

    Mundo

    A polícia britânica garante que evitou um novo atentado em Londres. Mulher baleada faz parte das oito pessoas que foram detidas numa operação antiterrorista na capital britânica e no sul de Inglaterra. A operação realizou-se após a detenção de um homem com três facas, nas imediações do Parlamento britânico.

  • Polícia espanhola divulga imagens de operação anti-jihadista

    Mundo

    A polícia espanhola divulgou esta sexta-feira novas imagens da operação anti-jihadista levada a cabo na terça-feira em Barcelona. Sabe-se agora que dois dos nove suspeitos detidos podem estar relacionados com a célula terrorista de Bruxelas, responsável pelos ataques no Aeroporto de Zaventem e no metro da capital belga.