sicnot

Perfil

Desporto

Luís Duque afirma que Liga está atenta a irregularidades com inscrições

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) afirmou hoje, numa audição na Assembleia da República, que está atento a situações irregulares de inscrição de jogadores e que tudo está a fazer para evitar estas situações.

LUSA

Numa sessão requerida pelo Partido Socialista, tendo em vista esclarecer o trabalho levado a cabo pela LPFP sobre jovens jogadores estrangeiros que permanecem no país de forma irregular, Luís Duque deixou claro que a Liga, em conjunto com os Serviços de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), está a trabalhar na investigação e identificação dessas situações e que espera em breve contar com mecanismos que facilitem o processo de regularização das mesmas.

Para isso, o responsável máximo da Liga avançou que está em fase avançada de implementação de uma plataforma informática que permita a inscrição e registo dos contratos dos jogadores, ficando assim a LPFP responsável por verificar a legalidade da entrada e permanência dos jogadores das competições profissionais.

Quando confrontado sobre o que está a ser feito sobre os casos já conhecidos, e sem avançar nomes, Luís Duque diz que a Liga "não pretende um tratamento privilegiado para o futebol profissional", deixando claro que irá ter mão pesada sobre os dirigentes a que forem detetadas irregularidades, com sanções que poderão mesmo chegar à exclusão dos mesmos das ligas profissionais.  

Lusa

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.