sicnot

Perfil

Desporto

Federação Internacional de Atletismo quer agravar suspensão de Rita Jeptoo

A atleta queniana Rita Jeptoo, vencedora das maratonas de Chicago e Boston, corre o risco de ver aumentada a sua suspensão de dois anos por doping, caso o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) considere o recurso da IAAF.

Andrew Nelles

No seu apelo, a Federação Internacional de Atletismo (IAAF) considera que a pena é demasiado suave. Ao mesmo tempo, o TAS tem em mãos um recurso apresentado por Rita Jeptoo, no sentido de poder correr enquanto não existir uma decisão final.

Jeptoo, de 34 anos, teve uma análise que acusou a presença de eritropoietina (EPO), em setembro, num teste fora de competição. Em dezembro, a análise à amostra B, feita pela Agência Mundial Antidopagem, confirmou a hormona, levando ao castigo imposto pela Federação queniana. 

A pena foi a mínima aplicável de acordo com os regulamentos antidoping à altura dos factos, mas, de janeiro para cá, os atletas que apanhados por utilização de substâncias dopantes têm de enfrentar um período de quatro anos de suspensão.

"A Federação Internacional de Atletismo (IAAF) apelou para que o período de inelegibilidade seja alargado a quatro anos, devido a circunstâncias agravantes, que, alega, poderem reforçar a sanção", referiu o TAS.

Além de três vitórias na maratona de Boston (2006, 2013 e 2014) e duas na maratona de Chicago (2013 e 2014), Jeptoo conta com o triunfo na meia-maratona de Lisboa de 2008, assim como as vitórias nas maratonas de Estocolmo e Milão em 2004.

Lusa
  • Braga perde com Shakhtar e fica fora dos 16 avos de final da Liga Europa
    3:16
  • Ronaldo não está preocupado com repercussões de eventual fuga fiscal
    1:30

    Football Leaks

    Cristiano Ronaldo diz que quem não deve não teme. O avançado português não se mostra preocupado com as notícias que revelam que o jogador não terá declarado os rendimentos da publicidade ao fisco espanhol. Fontes do Ministério das Finanças do país vizinho confirmaram ao jornal El Mundo que o português está a ser investigado há ano e meio.

  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalam-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.