sicnot

Perfil

Desporto

Federação Internacional de Atletismo quer agravar suspensão de Rita Jeptoo

A atleta queniana Rita Jeptoo, vencedora das maratonas de Chicago e Boston, corre o risco de ver aumentada a sua suspensão de dois anos por doping, caso o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) considere o recurso da IAAF.

Andrew Nelles

No seu apelo, a Federação Internacional de Atletismo (IAAF) considera que a pena é demasiado suave. Ao mesmo tempo, o TAS tem em mãos um recurso apresentado por Rita Jeptoo, no sentido de poder correr enquanto não existir uma decisão final.

Jeptoo, de 34 anos, teve uma análise que acusou a presença de eritropoietina (EPO), em setembro, num teste fora de competição. Em dezembro, a análise à amostra B, feita pela Agência Mundial Antidopagem, confirmou a hormona, levando ao castigo imposto pela Federação queniana. 

A pena foi a mínima aplicável de acordo com os regulamentos antidoping à altura dos factos, mas, de janeiro para cá, os atletas que apanhados por utilização de substâncias dopantes têm de enfrentar um período de quatro anos de suspensão.

"A Federação Internacional de Atletismo (IAAF) apelou para que o período de inelegibilidade seja alargado a quatro anos, devido a circunstâncias agravantes, que, alega, poderem reforçar a sanção", referiu o TAS.

Além de três vitórias na maratona de Boston (2006, 2013 e 2014) e duas na maratona de Chicago (2013 e 2014), Jeptoo conta com o triunfo na meia-maratona de Lisboa de 2008, assim como as vitórias nas maratonas de Estocolmo e Milão em 2004.

Lusa
  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51