sicnot

Perfil

Desporto

Leonardo Jardim desapontado com desfecho da eliminatória frente à Juventus

O treinador do Mónaco, o português Leonardo Jardim, disse hoje estar desapontado com o resultado da segunda mão dos quartos de final da Liga dos Campeões de futebol (0-0), que resultou na eliminação dos monegascos da competição.

GUILLAUME HORCAJUELO

A jogar em casa, e com uma desvantagem de 1-0 do jogo da primeira mão, em Turim, o Mónaco não conseguiu desfazer o nulo hoje diante da Juventus, o que valeu aos italianos um lugar nas meias-finais da prova. Ainda assim, o treinador português disse estar orgulhoso no percurso até aos quartos de final da 'champions'.

"Estou desapontado, mas orgulhoso. Ao longo da eliminatória nunca fomos inferiores à Juventus. Praticámos bom futebol e demonstrámos na Europa todas as nossas capacidades individuais e coletivas, e penso também que representámos bem o futebol francês", afirmou o treinador luso após o jogo.

Já sem preocupações 'europeias', o Mónaco centra-se agora na luta pelos lugares cimeiros da liga francesa, sendo que o português aponta como objetivo "manter um lugar entre os três primeiros classificados".

Com 33 jornadas disputadas, os monegascos são terceiros classificados da liga, com 59 pontos, com dois de vantagem sobre os perseguidores Marselha e Saint-Étienne, quarto e quinto classificados, respetivamente.

Lusa
  • Os números das eleições francesas
    0:50

    Eleições França 2017

    Os resultados definitivos mostram que Emmanuel Macron obteve 24% dos votos, na primeira volta das eleições francesas. Ficou quase três pontos à frente de Marine Le Pen, que conseguiu 21,3%. Os números oficiais, publicados pelo Ministério do Interior, dão ainda conta da taxa de abstenção: 22,2%, um ligeiro aumento face à primeira volta das presidenciais de 2012.

  • Estarão os portugueses a consumir vitamina D em excesso? 
    6:44
  • Investigadores criam nanovacina contra diferentes cancros

    Mundo

    Investigadores da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, desenvolveram uma nanovacina (vacina administrada através de partículas microscópicas) contra diferentes cancros, como o da pele, do cólon e do reto, numa experiência com ratos, revela um estudo publicado esta segunda-feira.