sicnot

Perfil

Desporto

Drulovic nomeado selecionador da Macedónia

A Federação de futebol da Macedónia nomeou esta quinta-feira o antigo jogador do FC Porto e do Benfica, o sérvio Ljubinko Drulovic, para o cargo de selecionador, depois de ter despedido o treinador Bosko Gjurovski devido aos maus resultados.

O antigo jogador do FC Porto e do Benfica já desempenhou funções de selecionador interino do seu país e orientou a seleção sub-19 da Sérvia que em 2013 se sagrou campeã da Europa. (Arquivo)

O antigo jogador do FC Porto e do Benfica já desempenhou funções de selecionador interino do seu país e orientou a seleção sub-19 da Sérvia que em 2013 se sagrou campeã da Europa. (Arquivo)

PAUL BEATY / AP

A seleção macedónia integra o grupo C de qualificação para o Euro2016, juntamente com a Espanha, a Eslováquia, a Ucrânia, a Bielorrússia e o Luxemburgo.

"Vou fazer todos os possíveis para provar que a minha escolha trará êxitos para a Macedónia", disse Drulovic em conferência de imprensa em Skopje.

O antigo jogador do FC Porto e do Benfica já desempenhou funções de selecionador interino do seu país e orientou a seleção sub-19 da Sérvia que em 2013 se sagrou campeã da Europa.

Neste momento, a Macedónia está na quinta posição no grupo C, com apenas três pontos somados. 
Lusa
  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC