sicnot

Perfil

Desporto

Mundial de clubes vai decorrer no Japão em 2015 e 2016

O Japão vai organizar este ano, entre 10 e 20 de dezembro, e em 2016 o Mundial de clubes de futebol, anunciou esta quinta-feira a FIFA em comunicado.

Os espanhóis do Barcelona e os brasileiros do Corinthians, com duas vitórias cada, são as equipas com mais títulos no palmarés da prova, que em 2014 foi ganha pelo Real Madrid. (Arquivo)

Os espanhóis do Barcelona e os brasileiros do Corinthians, com duas vitórias cada, são as equipas com mais títulos no palmarés da prova, que em 2014 foi ganha pelo Real Madrid. (Arquivo)

Christophe Ena / AP

"Sabemos que a organização será perfeita, haverá muito público e uma atmosfera perfeita", afirmou o secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke.

O presidente da Federação Japonesa de Futebol, Kuniya Daini, já expressou a satisfação do organismo e do país.

"Tudo faremos para assegurar o sucesso da competição. Será também uma experiência importante para o Japão, que em 2020 organizará os Jogos Olímpicos e Paralímpicos".

O Mundial de clubes junta os campeões das seis confederações que compõem a FIFA e o campeão do país anfitrião.

A competição foi organizada pela primeira vez no Brasil, em 2000, e só voltou a realizar-se em 2005, no Japão, que também acolheu as edições de 2006, 2007, 2008, 2011 e 2012.

Em 2009 e 2010, a prova decorreu nos Emirados Árabes Unidos, e em 2013 e 2104 foi disputada em Marrocos.

Os espanhóis do Barcelona e os brasileiros do Corinthians, com duas vitórias cada, são as equipas com mais títulos no palmarés da prova, que em 2014 foi ganha pelo Real Madrid.
Lusa
  • Real Madrid vence Mundial de Clubes

    Desporto

    O Real Madrid conquistou este sábado o Mundial de Clubes de futebol, ao derrotar, na final, os argentinos do San Lorenzo por 2-0. Sergio Ramos e Gareth Bale apontaram os golos dos "blancos".

  • 81 deslocados em Mação devido ao fogo
    2:46
  • Alcongosta ficou sem água, luz e telecomunicações
    2:28

    País

    O incêndio na Serra da Gardunha está dominado, mas as aldeias que estiveram rodeadas pelo fogo ainda não regressaram à normalidade. Falta água, luz e telecomunicações no sopé de uma mancha enorme de terra queimada. O fogo destruiu ainda uma floresta na Serra da Gardunha e um antigo colégio.

  • Detida no Brasil portuguesa acusada de várias burlas nos últimos 20 anos
    3:04
  • GNR resgata 45 sírios no mar Egeu
    2:28

    Crise Migratória na Europa

    A Guarda Nacional Republicana já resgatou quase 300 migrantes no mar Egeu, ao largo da Grécia, desde o início de maio. Esta quarta-feira de madrugada, os militares salvaram 45 sírios que tentavam chegar à Grécia numa embarcação de borracha.