sicnot

Perfil

Desporto

Simão Sabrosa admite que carreira de futebolista possa ter chegado ao fim

O futebolista internacional português Simão Sabrosa admitiu hoje que a sua carreira possa já ter chegado ao fim, reconhecendo que o longo tempo afastado de competição e a idade são fatores que pesam.

 Reuters

Reuters

© Juan Medina / Reuters

Simão Sabrosa, que visitou hoje o Estoril Open em ténis, disse aos jornalistas que está agora a atravessar um período de "reflexão e a aproveitar a família e o país".

Questionado sobre o futuro, o ex-jogador do Benfica e do Sporting reconheceu que "é muito complicado" continuar a jogar.

"Estou há 10 meses sem competir e tenho 35 anos. No futebol é ser velho. Sinto-me capaz, mas são decisões e não apareceu nada de interessante", afirmou.

No entanto, o português sublinhou não se estar a lamentar de nada e que está "muito feliz" pelos sucessos da sua carreira.

"Fiz uma carreira brilhante. Consegui chegar onde cheguei graças ao meu trabalho. Se acabou, acabou, se não acabou vamos dar continuidade, mas tenho noção de que é muito complicado e é difícil", referiu.

Ainda que não seja como jogador, Simão Sabrosa disse querer continuar a estar ligado ao futebol, mas descarta a hipótese de treinador.

"Vou querer continuar a estar ligado à minha paixão, que é o futebol. Sempre achei que ser treinador não fazia parte do meu futuro. Vou pensar. Estou a ver todas as possibilidades em que me posso encaixar. Tenho plena consciência de que, enquanto profissional de futebol, foi tudo maravilhoso e fantástico e consegui chegar onde cheguei", concluiu.

Sobre o clássico de domingo de Benfica - FC Porto, Simão disse ter sido um jogo "muito tático, jogado a meio campo e muito bem preparado" pela equipa da casa.

"Não houve grandes oportunidades e o Benfica conseguiu o que queria que era não sofrer golos e manter a vantagem em relação ao Porto. Faltam jogos, é certo, mas ontem (domingo) foi um bom teste e um ponto importante para o Benfica. Como espetáculo adorei ter estado no Estádio da Luz, com aquele ambiente, mas como clássico não foi um jogo com muitas emoções", sustentou.

O antigo extremo do Benfica frisou que o campeonato não está resolvido.

"O título não está entregue, mas sem dúvida de que quem vai à frente é sempre justo. O Benfica está em primeiro há muito tempo, tem mais pontos e até agora é justo estar no primeiro lugar", frisou.

Simão Sabrosa, internacional por Portugal em 85 ocasiões (22 golos), começou a carreira profissional no Sporting, onde esteve três anos na equipa A, até 1999, quando se transferiu para o FC Barcelona. Representou o clube "culé" de 1999 a 2001 e foi contratado pelo Benfica, ao serviço do qual fez seis épocas, até 2007.

Passou depois pelo Atlético Madrid (quatro épocas) e pelo Besiktas, da Turquia.

Ao longo da sua carreira, Simão Sabrosa ganhou uma Liga Europa e uma Supertaça Europeia (ambas pelo Atlético Madrid), uma Liga portuguesa e uma Taça de Portugal e uma Supertaça portuguesa (pelo Benfica) e uma Taça da Turquia (pelo Besiktas).

Lusa
  • Défice cai 1.900 milhões até agosto

    Economia

    O défice das administrações públicas foi de 2.034 milhões de euros até agosto, uma "melhoria de 1.901 milhões" face ao mesmo período de 2016, segundo o Governo, que justifica com aumento superior a 4% da receita.

  • Coreia do Norte acusa Trump de declarar guerra

    Mundo

    A Coreia do Norte acusou hoje o Presidente norte-americano de ter "declarado a guerra". O chefe da diplomacia norte-coreana ameaçou abater todo e qualquer bombardeiro dos EUA que se aproxime do território.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.

  • Atores recriam cena em que um homem é vítima de violência doméstica
    1:35
  • Ministério Público admite eventual detenção do presidente do governo da Catalunha
    2:24
  • "Bispo vermelho"

    "Recebia trabalhadores e sindicalistas, batia à porta de políticos e empresários, andava pelas ruas da cidade ao encontro dos que das ruas da cidade faziam casa". Joaquim Franco evoca Manuel Martins, o "bispo vermelho".

    Joaquim Franco

  • Apreendidos quase 7.000 comprimidos ilegais vendidos pela internet
    1:43

    País

    O Infarmed e a Autoridade Tributária apreenderam perto de 7.000 unidades de comprimidos ilegais.A apreensão aconteceu no âmbito de uma operação internacional da Interpol de combate aos medicamentos ilegais vendidos pela internet, explicou à SIC Luís Sande e Castro, diretor da Unidade de Inpeção do Infarmed.

  • Criar galinhas na cozinha, guerras no fogão, e drones dentro de casa
    7:28
  • Passageiro detido com 1 kg de ouro no reto

    Mundo

    Os funcionários da alfândega do aeroporto de Colombo, Sri Lanka, estranharam o comportamento de um passageiro que "caminhava com dificuldade". Um exame completo revelou a valiosa carga que levava escondida... no tubo intestinal.