sicnot

Perfil

Desporto

Autocarro do Fenerbahçe apedrejado antes de jogo com Bursaspor

O autocarro que transportava a equipa de futebol turca do Fenerbahçe foi apedrejado por dezenas de adeptos do Bursaspor, com quem a equipa dos portugueses Raul Meireles e Bruno Alves disputou hoje as meias finais da Taça da Turquia.

© Stringer . / Reuters

De acordo com a imprensa local, citada pela agência EFE, entre 150 a 200 pessoas encurralaram o veículo no seu trajeto para a o estádio do Bursaspor, apedrejando-o em seguida até que a polícia pôs cobro ao ataque.

No início de abril, o autocarro do Fenerbahçe foi atacado a tiro quando circulava numa autoestrada perto da cidade de Trabzon, nordeste do país, com os atletas e outros dirigentes a bordo.

O autocarro fazia o percurso de regresso a Istambul, após a equipa ter vencido o Rizespor por 5-1, em jogo do campeonato da Turquia, em que o internacional português Bruno Alves foi titular.

Em consequência do ataque, a Federação Turca de Futebol decidiu suspender uma semana todas as partidas da Liga turca.

O Fenerbahçe venceu o Bursaspor por 2-1, com um golo de Bruno Alves.



Lusa
  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.