sicnot

Perfil

Desporto

Maniche considera campeonato decidido e que o Benfica será justo campeão

O ex-internacional português Maniche considerou hoje que o campeonato nacional de futebol está decidido e que o Benfica será o junto vencedor, depois de o FC Porto não ter conseguido vencer o clássico no domingo (0-0).

Maniche concretizou duas temporadas, em 2006-2007 e 2008-2009, no Atlético de Madrid (Reuters)

Maniche concretizou duas temporadas, em 2006-2007 e 2008-2009, no Atlético de Madrid (Reuters)

© Juan Medina / Reuters

Numa vista ao Estoril Open em ténis, o antigo médio, que jogou nas duas equipas, lembrou que o encontro no Estádio da Luz entre Benfica e FC Porto era mais importante para os azuis e brancos.

"Não ganhando no Estádio da Luz, as coisas tornaram-se mais difíceis. Ainda não acabou e o FC Porto é um clube que nunca manda a toalha ao chão, mas temos de ter os pés bem assentes: é extremamente difícil. Acho que o campeonato neste momento está decidido", afirmou aos jornalistas.

Com o título então entregue ao Benfica, Maniche considera que o clube da Luz é "o justo vencedor".

"O Benfica está com quatro pontos à frente e tem a vantagem de jogar com esses pontos. Acima de tudo, o vencedor é o vencedor e é sempre justo", sustentou.

Sobre o desempenho do Sporting, outro dos clubes por onde passou, Maniche disse que os objetivos eram "muito altos" e que assumir-se como candidato ao título, no início da época, foi "um erro".

"Os objetivos estavam muito altos com a conquista do título e foi um erro ter assumido essa candidatura, mas é compreensível porque o Sporting é um grande clube e tem bons jogadores. Sabíamos que era muito difícil o Sporting vencer o campeonato", sublinhou.

Quanto a Marco Silva, o ex-jogador portugês disse que o treinador dos 'leões' "tem tudo para ser ainda melhor".

"Gosto do Marco Silva como treinador e como pessoa. Tem tudo para ser ainda melhor. Tem vindo a mostrar isso e tem feito um excelente trabalho no Sporting com aquilo que tem", concluiu.

Lusa

  • Sessão solene no Parlamento e desfile popular nas comemorações do 25 de Abril

    País

    Os 43 anos da Revolução dos Cravos são hoje comemorados com a sessão solene no Parlamento e o tradicional desfile popular, tendo o Presidente da República escolhido o 25 de Abril para condecorar, a título póstumo, Francisco Sá Carneiro. A SIC Notícias acompanha esta manhã a sessão solene na Assembleia da República. Veja aqui em direto.

  • Desconhecem-se as causas do incêndio na fábrica da Tratolixo
    0:43

    País

    Os moradores de Trajouce, em São Domingos de Rana, não ganharam para o susto com um incêndio nas instalações da empresa de resíduos Tratolixo.O alerta foi dado por populares e trabalhadores da empresa. O vento foi o maior problema dos bombeiros no combate às chamas durante a noite. No local estiveram 133 homens, apoiados por 51 viaturas.Desconhecem-se para já as causas do incêndio. O incêndio foi circunscrito de madrugada, mas pode demorar algumas horas a ser dominado.

  • ASAE encerra em média um restaurante por dia
    1:33
  • Duas execução no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.