sicnot

Perfil

Desporto

Juventus vence Fiorentina por 3-2

A Juventus venceu hoje a Fiorentina, por 3-2, em jogo da 33.ª jornada da Liga italiana de futebol, mas a goleada da Lazio sobre o Parma, por 4-0, adiou o quarto título consecutivo da equipa de Turim.

© Giorgio Perottino / Reuters

Para festejar já hoje, a Juventus precisava de vencer a equipa de Florença e esperar que os romanos não triunfassem frente ao último classificado Parma, que viu hoje confirmada a descida de divisão.

A Fiorentina, que está a dois pontos dos lugares de acesso à Liga Europa, ainda se colocou em vantagem aos 33 minutos, na marcação de uma grande penalidade, apontada pelo argentino Gonzalo Rodríguez, mas ainda antes do intervalo o espanhol Fernando Llorente (36) e o argentino Carlos Tevez (45) colocaram a 'vecchia signora' em vantagem.

No segundo, três minutos depois de Rodríguez desperdiçar nova grande penalidade, Tevez bisou, aos 70, colocando a Juventus a vencer por 3-1, resultado reduzido em cima dos 90, pelo esloveno Josip Ilicic.

Em Roma, a Lazio precisou de apenas 16 minutos para garantir que a Juventus não festejava hoje a conquista do 'scudetto', pois por essa altura do encontro já vencia por 3-0, com golos de Marco Parolo (10), do alemão Miroslav Klose (13) e de Antonio Candreva (16).

A goleada da Lazio ficou completa aos 81 minutos, com um golo do espanhol Keita Baldé, numa partida que confirmou a descida do histórico Parma, afetado por graves problemas financeiros e que hoje teve Pedro Mendes e Silvestre Varela no 'onze'.

A apenas um ponto da Lazio está a rival Roma, que hoje venceu fora o Sassuolo (15.º), por 3-0, graças aos tentos do costa-marfinense Seydou Doumbia (06 minutos), de Alessandro Florenzi (27) e do bósnio Miralem Pjanic (74).

Na luta pelos lugares europeus, a Sampdoria, quinta classificada -- último lugar de acesso à Liga Europa --, não aproveitou a derrota da Fiorentina, ao empatar na visita ao Verona (1-1), mantendo-se com dois pontos de avanço sobre o conjunto 'viola' e com apenas mais um do que o Génova.

A equipa genovesa foi mesmo a grande vencedora da ronda nesta luta, subindo duas posições para o sexto lugar, depois de vencer em casa do AC Milan, por 3-1, deixando os milaneses no 10.º lugar e irremediavelmente fora da luta pela Europa.

Também ultrapassado pelo Génova foi o Torino (oitavo), que empatou a duas bolas na visita ao terreno do Palermo (11.º), estando a três pontos da Sampdoria, tal como o Inter Milão, que na terça-feira venceu no terreno da Udinese (2-1).

Apesar de ter conquistado um ponto na receção ao Atalanta (2-2), o Cesena está praticamente condenado a descer de divisão, seguindo a seis pontos do último lugar de manutenção -- ocupado pelo adversário de hoje --, tal como o Cagliari, que perdeu com o Chievo (1-0).


Lusa

  • William e Kate apresentam o filho ao mundo
    1:42
  • Marcelo defende debate alargado sobre saúde
    0:57

    País

    O Presidente da República defende que um debate profundo sobre o futuro da saúde deve envolver todos os intervenientes políticos. Para Marcelo Rebelo de Sousa quanto mais partidos estiverem envolvidos na discussão, melhor.

  • Governo apresenta medidas que privilegiam arrendamento e reabilitação
    1:16

    País

    O Governo apresentou esta tarde um novo pacote de medidas para a habitação. Trata-se de uma visão que privilegia o arrendamento e a reabilitação como formas de garantir o acesso a todas as famílias a uma habitação adequada. O primeiro-ministro diz que é preciso segurança nos contratos de arrendamento e avança por isso como uma proposta de benefícios.

  • Salah Abdeslam e cúmplice condenados a 20 anos por tentativa de assassínio de cariz terrorista
    1:11

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo, que remete para o momento em que foi detido em Bruxelas, em março de 2016. Salah Abdeslam e um cúmplice foram considerados culpados de tentativa de assassínio de cariz terrorista pela participação numa troca de tiros com a polícia belga da qual resultaram três agentes feridos. 

  • Beyoncé e a irmã caem no Coachella e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC