sicnot

Perfil

Desporto

Governo brasileiro suspende a construção de duas estruturas para os Jogos Olímpicos

O Governo brasileiro suspendeu a construção de duas estruturas para os Jogos Olímpicos de 2016. O Ministério brasileiro do Trabalho embargou as obras por falta de segurança e de condições de saúde para os trabalhadores.

© Ricardo Moraes / Reuters

O problema foi detetado nos campos de ténis e no velódromo de ciclismo. O Governo alega que havia perigo grave e iminente para a segurança física dos trabalhadores.

A construtora garante que as questões de segurança serão resolvidas até ao fim da semana e que os edifícios estarão prontos a tempo do Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro.

A organização do evento tem sido criticada por várias questões, como o atraso na construção das estruturas e a poluição na Baía de Guanabara, onde vão decorrer as competições de vela.
  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.