sicnot

Perfil

Desporto

Pepe diz que favoritismo do Real Madrid frente à Juventus "não ganha jogos"

O defesa central português Pepe considerou esta segunda-feira que o favoritismo atribuído ao Real Madrid na meias-final da Liga dos Campeões em futebol, frente à Juventus, "não ganha jogos" e prevê dificuldades para os 'merengues' na primeira mão, em Turim.

"Sabemos o quão complicado será o jogo e as dificuldades que vamos enfrentar aqui, por isso encaramo-lo com muita seriedade. Nesta fase da Liga dos Campeões o favoritismo não ganha jogos", disse Pepe durante a conferência de imprensa do estádio da Juventus, palco do jogo de terça-feira.

"Sabemos o quão complicado será o jogo e as dificuldades que vamos enfrentar aqui, por isso encaramo-lo com muita seriedade. Nesta fase da Liga dos Campeões o favoritismo não ganha jogos", disse Pepe durante a conferência de imprensa do estádio da Juventus, palco do jogo de terça-feira.

© Reuters Staff / Reuters

"Sabemos o quão complicado será o jogo e as dificuldades que vamos enfrentar aqui, por isso encaramo-lo com muita seriedade. Nesta fase da Liga dos Campeões o favoritismo não ganha jogos", disse Pepe durante a conferência de imprensa do estádio da Juventus, palco do jogo de terça-feira.

Dando conta da "enorme expetativa" dos jogadores do Real Madrid em defender um título, o internacional português disse que espera um jogo "muito duro" perante um adversário que, a despeito de jogar em casa e dos bons avançados que possui, "não vai jogar ao ataque".

"Como equipa italiana que é, vai querer defender e tentar a sorte com os dianteiros que tem. Estamos preparados para isso e para levar um bom resultado para Madrid', reforçou Pepe, que destacou no ataque da 'vecchia signora" o argentino Carlos Tévez, um jogador de "muita qualidade", e o reencontro com o amigo Álvaro Morata.

Ainda sobre o avançado argentino, realçou o facto de "não dar como perdida nenhuma bola" e de ser um jogador que "luta até à exaustão" em campo, mas não deixou de sublinhar também a qualidade de Morata e Llorente, dois "grandes avançados".

Sobre o reencontro com Morata, considerou ser "um momento especial" porque começaram ambos ao mesmo tempo no Real Madrid e por nutrir por ele e pela sua família "um grande carinho".

Com Carlo Ancelotti sentado à sua direita, Pepe não regateou elogios ao treinador italiano: "É um privilégio para mim, apesar da minha idade, poder aprender com ele a cada dia que passa. Cada minuto que estou com ele, respiro futebol. Como ex-futebolista sabe exatamente as nossas necessidades. Preenche-nos como pessoa e treinador". 

Sobre a opção de Ancelotti em colocar o defesa central Sergio Ramos a meio-campo, como tem acontecido nos últimos jogos e vai voltar a acontecer frente à Juventus, defendeu-a: "O Sergio tem muita qualidade, torna-nos mais fortes nas bolas paradas e nos despiques diretos e dá-nos estabilidade porque ajuda muito o Kroos. Está a sacrificar-se pela equipa e isso é bom, porque ela está acima de todos e o mais importante é que o Real Madrid vença".
Lusa
  • Dijsselbloem mostra algum arrependimento mas recusa demitir-se
    2:40

    Mundo

    Jeroen Dijsselbloem diz que cabe ao Governo português avançar com o nome de Centeno para a presidência do Eurogrupo, mas escusa-se a comentar essa possibilidade. Para já, o holandês não se demite do cargo. Esta quinta-feira ouviu as críticas dos eurodeputados no Parlamento Europeu.

  • Há cada vez menos portugueses

    País

    A população em Portugal diminuiu no ano passado, pelo oitavo ano consecutivo, já que o número de mortes continua a ser superior ao de nascimentos, revelam dados hoje divulgados pelo INE.

  • Será que lavar em lavandarias self-service compensa?
    8:21
  • "Não se pode voltar atrás, o povo de Deus confirmou a necessidade deste Papa"
    3:15
  • Dois em cada três portugueses vivem vidas sedentárias

    País

    Com menos de hora e meia de exercício semanal, mais de dois terços dos portugueses vivem vidas sedentárias. E a maioria desvaloriza a importância da atividade física, segundo um inquérito divulgado esta quinta-feira pela Fundação Portuguesa de Cardiologia.

  • Depois de dar a volta (de bicicleta de Lisboa a Setúbal)

    País

    Missão cumprida. A SIC foi dar uma volta de bicicleta, acompanhando a primeira etapa de uma iniciativa que pretende impulsionar o uso dos velocípedes no país. Ao longo desta quarta-feira, publicámos vários vídeos em direto na página de Facebook da SIC Notícias, que aqui reunimos, em jeito de balanço.

    Ricardo Rosa

  • Primeira dama chinesa defende avanços na igualdade

    Mundo

    A primeira dama chinesa, Peng Liyuan, defendeu os avanços da China em matéria de igualdade dos géneros. Uma rara entrevista, difundida numa altura em que feministas chinesas asseguram serem controladas pela polícia face às suas campanhas.