sicnot

Perfil

Desporto

Fàbregas diz que Mourinho está acima de qualquer treinador que teve

O internacional espanhol Cesc Fàbregas, que no domingo se sagrou campeão inglês de futebol ao serviço do Chelsea, elogiou esta terça-feira o português José Mourinho, considerando-o diferente de todos os treinadores.

"Sabe tirar o melhor de ti e tem uma mentalidade diferente de qualquer outro", acrescentou o futebolista em declarações ao sítio oficial do Chelsea, justificando que Mourinho faz com que os jogadores estejam todos os dias ao melhor nível. (Arquivo)

"Sabe tirar o melhor de ti e tem uma mentalidade diferente de qualquer outro", acrescentou o futebolista em declarações ao sítio oficial do Chelsea, justificando que Mourinho faz com que os jogadores estejam todos os dias ao melhor nível. (Arquivo)

Tim Ireland / AP

"É um vencedor nato, tem algo que o faz estar acima de qualquer outro treinador que tive. Demonstra essa mentalidade ganhadora em cada treino e jogo. Agora entendo a razão pela qual conseguiu tudo o que conseguiu na sua carreira", sustentou o médio.

Cesc Fàbregas, que cumpriu a sua primeira época no Chelsea, proveniente do Barcelona e que em Inglaterra tinha estado oito temporadas no rival Arsenal, rendeu-se ao português e aos seus métodos de trabalho.

"Sabe tirar o melhor de ti e tem uma mentalidade diferente de qualquer outro", acrescentou o futebolista em declarações ao sítio oficial do Chelsea, justificando que Mourinho faz com que os jogadores estejam todos os dias ao melhor nível.

Para o jogador espanhol, de 28 anos, o treinador português consegue extrair o melhor dos jogadores e que é exatamente isso que estes procuram encontrar num treinador.

"Motivar todos os jogadores a cada três dias em uma época, na qual disputas 60 jogos, não é nada fácil", reconheceu.

No Chelsea, o médio espanhol tornou-se um dos mais influentes e Fàbregas atribui esse mérito a Mourinho.

"Fez-me sentir muito importante dentro da equipa e deixou-me jogar como quero, isso é vital para a minha confiança. Com ele [Mourinho] senti coisas que não sentia há muito tempo", frisou o médio, dizendo que se sente um dos líderes do grupo.

Fàbregas dirigiu também elogios ao seu companheiro de equipa Eden Hazard, considerado o melhor futebolista na Liga inglesa esta época, referindo que o belga é "o jogador mais importante do Chelsea" e que teve uma temporada fabulosa.
Lusa
  • "Estão a gozar com os portugueses, esta abordagem tem de mudar"
    6:45

    Opinião

    José Gomes Ferreira acusa as autoridades e o poder político de continuarem a abordar o problema da origem dos fogos de uma forma que considera errada. Em entrevista, no Primeiro Jornal, o diretor adjunto da SIC, considera que a causa dos fogos "é alguém querer que a floresta arda". José Gomes Ferreira sublinha que não se aprendeu com os erros e que "estão a gozar com os portugueses".

    José Gomes Ferreira

  • "Os portugueses dispensam um chefe de Governo que lhes diz que isto vai acontecer outra vez"
    6:32

    Opinião

    Perante o cenário provocado pelos incêndios, os portugueses querem um chefe de Governo que lhes diga como é que uma tragédia não volta a repetir-se e não, como disse António Costa, que não tem uma fórmula mágica para resolver o problemas dos fogos florestais. A afirmação é de Bernardo Ferrão, da SIC, que questiona ainda a autoridade da ministra da Administração Interna para ir a um centro de operações, uma vez que é contestada por toda a gente.

  • Portugal precisa de "resultados em contra-relógio, após décadas de desordenamento florestal"
    1:18
  • Jornalista que denunciou corrupção do Governo de Malta morre em explosão

    Mundo

    A jornalista Daphne Caruana Galizia, que acusou o Governo de Malta de corrupção, morreu esta segunda-feira, numa explosão de carro. O ataque acontece duas semanas depois de a jornalista maltesa recorrer à polícia, para dizer que estava a receber ameaças de morte. A morte acontece quatro meses após a vitória do Partido Trabalhista de Joseph Muscat, nas eleições antecipadas pelo primeiro-ministro, após as alegações da jornalista, que o ligavam a si e à sua mulher ao escândalo dos Panama Papers. O casal negou as acusações de que teriam usado uma offshore para esconder pagamentos do Governo do Azerbaijão.