sicnot

Perfil

Desporto

Federação espanhola de futebol suspende competições a partir de 16 de maio

A Federação Espanhola de Futebol (RFEF) anunciou esta quarta-feira a "suspensão indefinida de todas as competições a partir de 16 de maio" em desacordo com a aprovação do decreto-lei sobre os direitos televisivos, a 30 de abril.

A "suspensão indefinida de todas as competições surgiu em desacordo com a aprovação do decreto-lei sobre os direitos televisivos, a 30 de abril. (Arquivo)

A "suspensão indefinida de todas as competições surgiu em desacordo com a aprovação do decreto-lei sobre os direitos televisivos, a 30 de abril. (Arquivo)

© Paul Hanna / Reuters

Se a medida for avante, ameaça a organização das duas últimas jornadas da Liga espanhola, a 12 e 23 de maio, que incluem em embate entre Barcelona e Atlético de Madrid, e a final da Taça do Rei, um Barcelona-Athletic Bilbau no Camp Nou, a 30.

No entanto, a Liga de Futebol Profissional já anunciou que interpôs ações legais contra a decisão da RFEF, considerando-a nula, e convocou os clubes para uma assembleia-geral extraordinária na próxima segunda-feira.

A federação espanhola queixa-se de não ter sido consultada pelo governo espanhol "de forma a contribuir para a melhoria da lei" e que teve conhecimento do documento "apenas no último momento, de forma parcial e com dados mínimos".

A RFEF discorda da repartição dos direitos televisivos e da fiscalidade que lhes é aplicada, bem como da supressão das receitas das apostas, conforme está previsto no documento aprovado pelo governo.

"Esta atitude foi entendida pela direção [da RFEF] como uma falta de respeito e consideração para com o organismo que rege todo o futebol espanhol, que foi ignorado e desprezado pelo governo de Espanha", lê-se no comunicado do organismo.

O decreto centraliza a venda dos direitos de transmissão televisiva e determina que os clubes na primeira divisão recebem 90 por cento do valor realizado, cabendo apenas 10 por cento aos da segunda divisão.

A RFEF justifica a decisão da suspensão dos campeonatos pela "atitude desrespeitosa do governo de Espanha pelo conteúdo do decreto-lei", já que o documento não resolve "todas as questões que motivaram nos meses antecedentes a paragem todas das competições em 17 de federações regionais".

O organismo lembra que essa paragem "afetou mais de 600.000 jogadores, 30.000 jogos e 15.000 clubes de futebol amador".

A RFEF considera que "depois de passados três meses sobre a primeira comunicação formal" ao ministro dos Desportos, José Ignacio Wert Ortega, "não se resolveu nenhum dos problemas que afetam o futebol amador".
Lusa
  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.