sicnot

Perfil

Desporto

Exames mostram problema benigno e Pelé deve ter alta no sábado

O problema de próstata que obrigou o antigo futebolista brasileiro Pelé a submeter-se a uma operação é de natureza benigna, informaram hoje os médicos, que pretendem dar-lhe alta no sábado

Francois Mori

Edson Arantes do Nascimento, de 74 anos, internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, Brasil, foi submetido na terça-feira a uma intervenção para corrigir uma hiperplasia, padecimento caraterizado por um aumento da próstata, neste caso, e de acordo com os médicos, "sem incidência de tumores".

Sujeito a uma resseção transuretral da próstata, procedimento que consiste na remoção parcial ou total daquele órgão, aquele que foi um dos melhor futebolistas de sempre continua hospitalizado, mas "sem complicações e com boa recuperação", segundo o boletim médico.

Em novembro do ano passado, Pelé foi internado no mesmo hospital após uma indisposição estomacal, tendo sido então operado a cálculos renais.

Dias depois, o ex-futebolista brasileiro deu novamente entrada no hospital Albert Einstein com uma infeção urinária com complicação renal, tendo sido colocado na unidade de cuidados intensivos, na qual passou cinco dias, em estado considerado grave.

Há três anos, o mais famoso futebolista de sempre e três vezes campeão do Mundo, já esteve internado no mesmo hospital, para uma cirurgia na anca. Na cirurgia, retiraram-lhe parte do osso e colocaram uma prótese de titânio e cerâmica.

Pelé é o único jogador que venceu por três vezes o Mundial: conseguiu-o em 1958, na Suécia, em 1962, no Chile, e em 1970, no México.

Lusa
  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.