sicnot

Perfil

Desporto

Juiz de Madrid leva presidente e ex-presidente do Barcelona a julgamento no caso Neymar

Um juiz do tribunal de Madrid decidiu esta quarta-feira levar a julgamento o Barcelona e o seu presidente, Josep Maria Bartomeu, no âmbito do 'caso Neymar', em relação a uma alegada fraude na transferência do futebolista.

A decisão foi tomada pelo juiz José de la Mata, que entendeu existir motivo para levar a tribunal Bartomeu, o seu antecessor Sandro Rosell e o clube, suspeitos de pagarem mais pela contratação do jogador do que aquilo que declararam ao fisco.

A decisão foi tomada pelo juiz José de la Mata, que entendeu existir motivo para levar a tribunal Bartomeu, o seu antecessor Sandro Rosell e o clube, suspeitos de pagarem mais pela contratação do jogador do que aquilo que declararam ao fisco.

© Reuters Staff / Reuters

A decisão foi tomada pelo juiz José de la Mata, que entendeu existir motivo para levar a tribunal Bartomeu, o seu antecessor Sandro Rosell e o clube, suspeitos de pagarem mais pela contratação do jogador do que aquilo que declararam ao fisco.

Estima-se que o clube catalão tenha defraudado o fisco em cerca de 13 milhões de euros.

A procuradoria pede dois anos e três meses de prisão para Josep Maria Bartomeu, por delito fiscal no exercício de 2014, e sete anos e seis meses para Rosell, por mais dois delitos fiscais em 2011 e 2013.

O Barcelona é acusado na soma dos delitos nos três anos e é exigido que o clube pague ao fisco espanhol 11,4 milhões de euros, em modo compensatório, de indemnização por responsabilidade civil.

É também pedido que os catalães paguem 22,2 milhões de euros de multa, e que Rosell pague 25,1 e Bartomeu 3,8 milhões de euros.

Por outro lado, também a autoridade tributária pede uma pena de dois anos e três meses de prisão para Bartomeu e de seis anos e nove meses para Rosell, por crimes fiscais na contratação do internacional brasileiro.
Lusa
  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Jornalista bielorrusso come jornal após perder aposta

    Desporto

    Vyacheslav Fedorenko, editor de desporto de um importante jornal da Bielorrúsia, apostou que o Dinamo Minsk não chegaria aos play-offs da Kontinental Hockey League (KHL), uma liga internacional dominada por equipas russas. Perdeu e acabou a comer as próprias palavras, impressas em papel.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42